5 dicas para aumentar a participação dos alunos na sua aula

Quer saber como aumentar a participação dos alunos em sala de aula sem forçar a barra? Confira nossas dicas!


Alunos da Educação Infantil participando das aulas.

Imagine este cenário: um professor faz uma pergunta, ou pede a uma opinião dos alunos, e houve apenas o silêncio como resposta. Fácil de imaginar, certo? Por isso, aumentar a participação dos alunos em sala de aula é uma preocupação comum para os professores.


No entanto, não é uma tarefa fácil. Em algumas turmas, é quase impossível fazer mais do que um ou dois alunos falarem. Pensando nisso, reunimos algumas dicas que podem incentivar a participação dos alunos. Confira!


Baixe grátis: Tudo sobre a Gamificação no processo pedagógico!


1. Não force a barra na participação dos alunos


A participação dos alunos deve ser encorajada e estimulada durante as aulas. Além de nenhum professor gostar de falar sozinho, entrar em discussões e fazer perguntas faz parte do processo de aprendizado.


Porém, a partir do momento em que um professor força os alunos a participarem, principalmente os mais tímidos ou que têm dificuldades de comunicação, o efeito pode ser o reverso. Alunos com problemas para se expressar ou para se colocar diante do público podem ficar com medo das suas aulas.


Por isso, aplique novos métodos para estimular a participação dos alunos, mas não force a barra. É melhor incentivar a participação do que torná-la obrigatória.


Saiba mais: Dicas de otimização de tempo para professores em sala de aula!


2. Tome cuidado com a linguagem corporal


A linguagem corporal pode fazer toda a diferença quando um professor quer estimular a participação dos alunos. Muitas vezes, até mesmo indo na contramão do que imaginamos ser ideal nesse sentido.


Por exemplo, se virar para o aluno que está falando, parar na frente dele e se inclinar na direção dele são todas más ideias. Isso porque essa não é uma conversa particular entre professor e aluno. Essa postura pode até mesmo afastar os outros alunos, perdendo a atenção deles.


Captar a atenção dos alunos também não é uma tarefa simples.


A melhor linguagem corporal é aberta, em movimento, com a postura ereta. Caminhe no sentido oposto do aluno que está falando, abrindo o espaço da conversa. Assim, todos os alunos são incluídos no debate.


Ao mesmo tempo, o aluno que está falando não sente que está sendo interrogado ou intimidado. Ele está se expressando para todos os colegas, e não respondendo uma pergunta do professor.


Assista ao vídeo sobre Grupos em Sala de Aula:

Saiba mais: Neurociência na Educação Infantil: como aplicá-la em sala de aula!


3. Estimule o erro


Um dos grandes problemas para angariar a participação dos alunos em sala de aula é que eles têm medo de errar. Errar uma resposta a uma questão pode levar a vergonha e mesmo à provocação dos colegas.


Por isso, o melhor que os professores podem fazer é estimular o erro. Mostrar que não tem problema errar e que isso faz parte do processo de aprendizado é o melhor passo para estimular a participação.


Não permita que os outros alunos provoquem quem erra e não desconte pontos por isso. Abra mais oportunidades para que os alunos possam se expressar sem medo. Eles vão querer participar quando perceberem que isso gera benefícios, e não vergonha.


Um aluno que comete muitos erros pode precisar de reforço escolar.


Saiba mais: Como utilizar as metodologias ativas em sala de aula em 2022!


4. Permita a participação anônima


Falar na frente de toda a classe pode gerar muita ansiedade, principalmente em alunos tímidos. Para alguns desses alunos, nenhum incentivo a mais vai ajudá-los a superar essa ansiedade. O que fazer nesses casos? Permitir a participação anônima.


Em salas de aula grandes, os alunos podem optar por enviar bilhetes para o professor, que pode selecionar momentos da aula para ler. Porém, com a ajuda da tecnologia, até as menores salas de aulas podem ter participação anônima.


O professor pode combinar que os alunos mandem mensagens para ele em um chat privado. Ou ainda, utilizar um aplicativo que permita o envio de mensagens em um fórum, ou a criação de enquetes com comentários.


Leve a participação dos alunos em conta, de todas as suas formas, na avaliação escolar.


Saiba mais: Como fazer a sala de aula invertida na Educação Infantil?


5. Busque alternativas


Incentivar a participação dos alunos nunca é fácil. Porém, se torna mais difícil se você não busca alternativas e se atém aos métodos antigos, forçando a participação enquanto chama os alunos, um por um, para falar em voz alta.


Os aplicativos e participação por chat mencionados acima são uma ideia. Mas você também pode dividir a sala em grupos de discussões e deixar que os grupos escolham um representante, por exemplo. Assim, todos participam da atividade sem precisar falar em voz alta.


Assista ao vídeo sobre Aprendizagem Cooperativa:


Saiba mais: Como incentivar a participação da família na tarefa escolar!


O Blog da Faz Educação traz muitas informações para pais, professores e toda a comunidade escolar. Acompanhe!


Aproveite também o acesso liberado de todos os nossos Materiais Educativos Exclusivos!

135 visualizações0 comentário