Como utilizar as metodologias ativas em sala de aula em 2022

2022 será marcado pelo retorno definitivo às salas de aula e será um momento mais do que importante para introduzir as metodologias ativas em seu planejamento.


Professora em sala de aula ensinando aos alunos.

Como lidaremos com a volta às aulas presenciais em 2022? A metodologias ativas podem ajudar?


Uma das formas mais positivas de responder a essa pergunta está, certamente, relacionada à introdução das metodologias ativas em nosso planejamento.


As metodologias ativas consistem em introduzir na sala de aula uma dinâmica em que as aulas deixem de ser apenas expositivas e passem a ser um momento em que o aluno pode exercer um papel mais ativo em relação à construção dos seus saberes.


Mais do que superar e dar conta daquilo que exige o currículo ou mesmo a apostila, estamos tratando de darmos um passo à frente na forma como ensinamos e também como aprendemos.


A partir da introdução das metodologias ativas em nosso planejamento de aulas, conseguimos tornar os momentos em sala de aula mais bem aproveitados, sobretudo porque criamos um ambiente em que o próprio aluno assume as rédeas da sua formação, deixando de ser uma figura passiva, que apenas “recebe” conhecimentos.


Assim, conseguimos atingir, de forma bastante exitosa, tudo aquilo que consideramos como educação emancipadora. A educação que levaremos para o resto de nossas vidas.


Quer saber um pouco mais sobre como introduzir as metodologias ativas em sua sala de aula? Continue a leitura.


Saiba mais: As principais mudanças na Educação em 2020, 2021 e 2022!


Conheça dinâmicas para colocar em prática na sala de aula que levam em conta as metodologias ativas


Quando se trata da introdução de metodologias ativas na sala de aula, é importante sempre lembrar que não estamos aqui tratando de receitas de bolo. Dizemos isso porque cada dinâmica de aula sempre deve respeitar seu público, que são, obviamente, nossos alunos.


Assim, algumas atividades sempre terão de ser adaptadas, de forma que o perfil dos alunos que terão a aula em si seja contemplado em todas as nossas atividades.


Dessa forma, é sempre muito importante analisar o quadro como um todo, atendendo às demandas de todos os alunos de forma específica e até mesmo individualizada, respeitando os limites de cada discente em relação ao que está se propondo.


Temos sempre de lembrar que as dinâmicas que visam a introdução das metodologias ativas devem contribuir com o processo de ensino e aprendizagem e não, de alguma forma, prejudicá-lo.


Saiba mais: Como revolucionar o ensino com as metodologias ativas!


Acompanhe a nossa série de vídeos sobre Metodologias Ativas na Prática:


Convide os alunos para desenvolver estratégias para a superação de problemas de forma colaborativa


As questões-problema sempre são muito atraentes quando se trata das metodologias ativas, sobretudo porque, por meio delas, é possível aprender buscando por soluções e pela resolução colaborativa dos problemas que estão propostos.


Diante dessa metodologia ativa os alunos são convidados a buscar por analisar situações, elaborar resoluções para elas e, sobretudo, implementá-las da forma que for possível - ainda que ficcionalmente.


Esse tipo de atividade é muito bem-vinda em todas as idades e pode ser parte de um grande projeto multidisciplinar, em que diversos professores possam trabalhar suas disciplinas como uma forma de apoiar a resolução dos problemas levantados pelos alunos no momento de buscar por propostas para os desafios colocados.


Além de ser um estímulo importante a esse trabalho em conjunto e continuado, temos ainda a presença da proposta de desenvolvimento de projetos, o que é muito interessante para que sejam mobilizadas, pelos alunos, estratégias de organização, de pesquisa e de acompanhamento.


Saiba mais: Identifique e supere as lacunas de aprendizagem em 2022


Conheça a proposta da sala de aula invertida


A proposta de ter a sala de aula invertida é muito recompensadora para o aluno, que será desafiado a ensinar, da sua própria forma e a partir dos seus próprios recursos, algo que aprendeu em relação ao conteúdo para seus próprios colegas.


É importante que esse tipo de momento pedagógico seja muito bem construído pelo professor, que deve acompanhar o desenvolvimento do plano de aula junto do seu aluno e, ainda, estar disponível para intervenções que possam enriquecer a prática da sala de aula invertida, mas sem retirar do discente seu protagonismo em relação ao ensino-aprendizagem.


Assista ao vídeo do nosso consultor Ton Ferreira sobre o assunto:


Material grátis: Educação 5.0: o que é e como se preparar!


Quer saber mais sobre metodologias ativas em sala de aula? Acesse o blog da Faz Educação!


Aproveite também o download liberado de todos os nossos Materiais Educativos Exclusivos!

400 visualizações0 comentário