O que é PNLD e como incluí-lo no planejamento dos anos iniciais?

Atualizado: 29 de jul.

Compreenda mais sobre o papel do PNLD e como sãos as indicações para o material dos primeiros anos do Ensino Fundamental.


Alunos dos anos iniciais tendo aulas de acordo com a PNLD.

Para professores, gestores e secretarias, planejar seu trabalho para atender aos anos iniciais do Ensino Fundamental pode ser algo desafiador. Será preciso criatividade, preparação e cuidado para ajudar os estudantes nesse momento de uma grande transição. Além disso, será necessário seguir as diretrizes de normativas como a BNCC e o PNLD.


Tudo isso tendo em vista que os anos iniciais do Ensino Fundamental são cruciais para os alunos. Este ciclo, que conta com cinco anos letivos, ajuda a promover uma nova rotina de estudos, além do desenvolvimento de habilidades e competências que serão muito importantes ao longo da vida.


Quanto aos conteúdos, uma base relevante começa a ser formada, para o domínio da língua portuguesa oral e escrita, dos princípios da matemática e das ciências e para uma sensibilização para a arte e a estética.


E como o PNLD se encaixa em tudo isso? Qual é a importância do Plano Nacional do Livro Didático para esse ciclo? Continue a leitura e compreenda mais sobre essas e outras questões sobre o tema.


Saiba mais: Literatura na Educação Infantil: quais os benefícios aos alunos?


O que é o PNLD e qual é a sua importância?


O PNLD (Plano Nacional do Livro Didático) tem como objetivo avaliar e disponibilizar obras didáticas, pedagógicas e literárias para escolas públicas do Brasil inteiro. Desde 2017, as ações de aquisição e distribuição de livros didáticos foram unificadas nesse plano.


A educação igualitária e gratuita é um direito básico da população brasileira. O PNLD ajuda no cumprimento desse objetivo e determina minuciosamente o material recebido pelas escolas, visando a qualidade de ensino.


Afinal, a escolha de um bom material didático tem um impacto significativo na qualidade de ensino e desempenho dos alunos. Por isso, o PNLD é essencial para a educação nacional.


Saiba mais: A importância de estimular a leitura nas crianças!


Quais são as principais indicações do PNLD para os anos iniciais do Ensino Fundamental?


A cada quatro anos, editoras produzem novos materiais didáticos seguindo os critérios do PNLD. Os livros aprovados seguem para a análise das escolas, que escolhem os que mais se encaixam na sua proposta pedagógica. Mas o que faz com que um livro esteja dentro das normas da PNLD?


De modo geral, ele precisa se encaixar nas categorias e requisitos a seguir.


Saiba mais: 7 livros que todo educador deve ler!


Objeto 1 - Obras didáticas


Este objeto determina que as obras didáticas podem ser escolhidas por área (Língua Portuguesa, Arte e Educação Física, Matemática, Ciências da Natureza e Ciências Humanas) ou por Componente ou Especialidade (Arte, Educação Física, Geografia, História e projetos integradores).


Objeto 2 - Obras de práticas e acompanhamento da aprendizagem


Assim como as anteriores, essas obras podem ser escolhidas por área ou por Componente e Especialidade. Os livros precisam incluir a versão do aluno e a versão do professor, que deve vir também em formato PDF.


Objeto 3 - Obras literárias


Os materiais literários devem ser categorizados em obras apropriadas do 1° ao 3° ano do Ensino Fundamental e obras do 4° e 5° ano do Ensino Fundamental. Tanto o material do professor quanto o do aluno devem incluir uma versão impressa e uma digital.


Saiba mais: 7 livros para trabalhar com as crianças!


Objeto 4 - Obras pedagógicas destinadas a professores


As obras nesse objeto podem ser classificadas como pedagógicas ou recursos educacionais digitais.


Essa categoria abrange o livro do professor impresso, a versão digital e vídeos tutoriais. O professor e o gestor devem receber esses recursos.


Como incluir as diretrizes do PNLD no planejamento e nas práticas de ensino?


Ao lidar com estudantes dos anos iniciais do Ensino Fundamental, é extremamente importante manter algumas questões em mente, tais como a individualidade de cada aluno, o respeito pelas experiências e vivências de cada um e a paciência para lidar com as situações adversas do dia a dia e que fogem do que havia sido organizado.


Ademais, o planejamento será sempre um guia e aliado, e é nele que o material didático, seguindo as recomendações do PNLD, deve ser adicionado, acompanhando os objetivos de cada aula e atividade e aliando-o a habilidades e competências que devem ser trabalhados nesse ciclo da educação básica.


É possível também combinar o material estabelecido a partir das indicações do Plano Nacional do Livro Didático com outros recursos e estímulos para tornar a aula ainda mais atrativa e despertar o interesse dos alunos pelo aprendizado.


Assista ao vídeo sobre Alfabetização e Letramento:


O Blog da Faz Educação traz muitas informações para pais, professores e toda a comunidade escolar. Acompanhe!


Aproveite também o acesso liberado de todos os nossos Materiais Educativos Exclusivos!

132 visualizações0 comentário