BNCC para o Ensino Fundamental: confira os principais aspectos

Retome alguns dos principais aspectos da BNCC em relação ao Ensino Fundamental.

A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) apresenta caráter normativo e define o conjunto de aprendizagens essenciais que os estudantes devem desenvolver ao longo das etapas e modalidades da Educação Básica - incluindo o Ensino Fundamental. A BNCC está de acordo com o que rege o Plano Nacional de Educação (PNE).


O documento foi construído por especialistas da área, contendo informações que respeitam a contemporaneidade e as necessidades dos alunos brasileiros, objetivando ajudar a garantir um futuro de qualidade na educação.


A Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB, Lei nº 9.394/1996) afirma que a Base deve orientar os currículos dos sistemas e redes de ensino das Unidades Federativas, além das propostas pedagógicas das escolas das redes públicas e privadas de Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio.


A seguir, saiba mais sobre os principais pontos trazidos na BNCC que abrangem o Ensino Fundamental.


Saiba mais: BNCC: conheça o novo norte para a Educação Infantil!


Qual é o objetivo da BNCC?


Retomando, a BNCC, também chamada simplesmente de Base, traz em seus objetivos definidos pelas Diretrizes Curriculares Nacionais da Educação Básica, o que deve servir de modelo para desenvolver a educação, competência, conhecimento e habilidade dos alunos que se encontram na escolaridade básica.


A BNCC buscar alinhar e balizar as políticas educacionais nos âmbitos federal, estadual e municipal. O principal objetivo da BNCC é o de que a educação no Brasil ofereça formação integral e humana, garantindo uma sociedade civil democrática, justa e inclusiva.


Saiba mais: BNCC: revisão curricular e replanejamento do ano letivo em tempos de pandemia!


BNCC e a estrutura do Ensino Fundamental


A Educação Básica no país é constituída por três etapas, sendo elas: Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio.


O Ensino Fundamental é a etapa mais longa, voltada a alunos de 6 a 14 anos. A BNCC, em alinhamento com as Diretrizes Curriculares Nacionais, estabelece qual é o aprendizado imprescindível que precisa ser desenvolvido nessa fase, fornecendo subsídios para que as escolas elaborem seus currículos e Projetos Político-Pedagógicos (PPP), de modo a garantir uma formação integral aos alunos do Ensino Fundamental.


Com isso, a BNCC apresenta especificidades dessa etapa, que é dividida em:


Anos Iniciais


Abrangem do 1º ao 5º ano e à introdução escolar. A ludicidade ainda é presente, resgatando um pouco desse elemento tão marcante da Educação Infantil, e permitindo uma progressão mais fluida aos estudantes.


Conforme a Base, a alfabetização é a etapa primária dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental, recebendo foco no 1º e 2º ano.


Nesse estágio, os alunos já estão mais preparados para começar a expressar sua identidade, ter mais autonomia e a explorar sua curiosidade quanto aos saberes científicos.


Para essa fase, a BNCC indica que é importante estimular o pensamento criativo, lógico e crítico dos alunos, especialmente pelo desenvolvimento de sua capacidade de formular perguntas e de avaliar respostas recebidas, de conseguir argumentar, de ter contato com produções culturais variadas, de usar tecnologias de informação e comunicação (TIC) para, assim, também aumentarem a compreensão sobre eles mesmos e sobre o mundo natural e social.


Anos Finais


A BNCC indica que a progressão entre os Anos Iniciais e os Finais deve seguir um percurso contínuo, porém com adaptações e articulações para que as mudanças não gerem uma ruptura no processo de aprendizagem. Questões como novos componentes curriculares, maior número de professores e outras, se não manejadas com cuidado, podem impactar na motivação dos alunos.


Com isso, os Anos Finais contemplam do 6º ao 9º ano e é marcado pelo aprofundamento dos conhecimentos apresentados anteriormente e pela preparação dos estudantes para o Ensino Médio. A Base também indica que alunos nessa fase devem ser estimulados quanto a fatores como responsabilidade, protagonismo e independência.


BNCC para o Ensino Fundamental: áreas de conhecimento


A estruturação do Ensino Fundamental em cinco áreas de conhecimento é uma das principais novidades proporcionadas pela Base. São elas:

  1. Linguagens;

  2. Matemática;

  3. Ciências da natureza;

  4. Ciências humanas;

  5. Ensino religioso (facultativo, porém de oferta obrigatória na rede pública de ensino).

Tais áreas compõem um ou mais componentes curriculares e contam com competências específicas a serem desenvolvidas pelo estudante.


Saiba mais: 5 Dicas para Implementar a BNCC em sua escola!


Competências socioemocionais sob a perspectiva da BNCC para o Ensino Fundamental


Além de estruturar o currículo, a BNCC também visa ajudar na formação integral dos alunos e isso passa pelas competências socioemocionais. Ao longo do Ensino Fundamental, os jovens passam por uma fase permeada por transformações - físicas, afetivas, sociais, emocionais, etc. -, tornando tão importante que este tipo de competência seja trabalhada e desenvolvida.


Quer descobrir mais sobre o desenvolvimento das competências socioemocionais no Ensino Fundamental sob a perspectiva da BNCC?


Preparamos um e-book sobre o assunto, baixe-o gratuitamente: Competências Socioemocionais - como desenvolvê-las na Educação Infantil!

215 visualizações0 comentário