As principais características da educação e do aprendizado em 2021

O ano está chegando ao fim e podemos dizer que 2021 trouxe novas adaptações interessantes para o aprendizado. Veja quais foram elas!

O ano de 2021 foi um ano incomum para o aprendizado no Brasil e, sem dúvida, em todo o mundo. Ele veio cheio de lições, mudanças e adaptações necessárias. Nesse cenário, novas metodologias evoluíram e se mostraram importantes na educação do futuro.


Ainda sofrendo os impactos dos acontecimentos de 2020, professores e alunos passaram por muitas mudanças em 2021. Confira abaixo alguns dos pontos mais relevantes do aprendizado em um ano diferente de todos os outros.


Saiba mais: Os 12 melhores aplicativos para educação em 2022!


Aprendizado constante no ensino híbrido


A característica mais marcante do aprendizado em 2021 foi a adoção do ensino híbrido por grande parte das instituições.


O ensino presencial regular não era possível ainda, e talvez ainda não o seja em 2022. Porém, já se tornou possível reunir certo número de alunos em sala de aula. Assim, o ensino híbrido se tornou uma regra que as escolas implantaram cada uma da sua maneira.


Não existem diretrizes fixas nacionalmente para o ensino híbrido. Alguns estados brasileiros permitem mais alunos em sala de aula do que outros. Porém, o maior desafio é sempre conciliar o aprendizado de quem está na sala de aula física e quem está na digital.


Para que todos os alunos tenham a mesma oportunidade de aprendizado, os professores precisaram fazer adaptações importantes. Com um melhor conhecimento sobre a tecnologia e compreensão das limitações do modelo, foi possível manter um ritmo de aprendizado mais eficiente do que no ano anterior.


Saiba mais: Defasagem em 2022: cinco passos para evitá-la!


Implantação das metodologias ativas


As metodologias ativas são excelentes ferramentas para se usar junto ao ensino híbrido. Em 2020, elas já começaram a ser mais utilizadas, se tornando importantes para as aulas on-line. Esse uso se consolidou e, agora, elas são personagens principais nas aulas híbridas.


Isso porque as metodologias ativas apoiam modelos de aula em que cada aluno ou grupo de alunos se dedica a uma atividade diferente. Assim, é possível conjugar melhor o que acontece no grupo presencial e no grupo on-line.


A gamificação é uma ferramenta importante nas metodologias ativas!


As metodologias ativas também apoiam o aluno como protagonista do aprendizado. Por isso, incentivam a autonomia, as atividades dinâmicas, a pesquisa e muitos outros aspectos que se destacam no ensino híbrido.


Confira como promover o protagonismo do aluno em sala de aula!


Saiba mais: A relação entre Família e Escola no retorno às aulas em 2022!


Tecnologia integrada à sala de aula


Em 2020, com o começo da pandemia, o uso de tecnologia na sala de aula foi apressado e, muitas vezes, desorganizado. Compreendendo a necessidade de manter a comunicação e os vínculos com os alunos, muitos professores adotaram as primeiras ferramentas com que tiveram contato.


Já em 2021, o uso da tecnologia foi pensado de maneira estratégica. Ela continuou sendo importante no aprendizado, tanto nas aulas on-line quanto nas híbridas. Porém, toda a comunidade escolar conseguiu compreende-la melhor.


Agora, ela não é utilizada apenas para fazer aulas ao vivo e mandar arquivos. Aplicativos, sites e plataformas de aprendizagem apoiam os professores em avaliações, exercícios e em uma comunicação mais próxima com os alunos.


Material grátis: As novas tecnologias para o novo normal na Educação Pública!


Adaptação a todo momento


Desde o início da pandemia, a única certeza que temos é que o mundo pós-COVID-19 não funciona pelas regras que conhecemos. Por isso, não sabemos até quando vão as medidas preventivas, o distanciamento social e outros protocolos estabelecidos para combater a doença.


As escolas fecharam as portas, abriram de novo, acolheram poucos alunos e, em muitos estados, isso aconteceu múltiplas vezes. Sendo assim, 2021 foi um ano para se adaptar rapidamente a mudanças, que ocorreram com frequência.


Saiba mais: Identifique e supere as lacunas de aprendizagem em 2022!


Medidas preventivas


Nenhuma escola pode retornar às aulas on-line sem pensar nas medidas preventivas contra a COVID-19. Isso se tornou uma rotina em sala de aula, nos corredores e nas salas administrativas.


O uso obrigatório da máscara, a distribuição de álcool gel e a higienização constante de mesas e cadeiras se provou a melhor forma de diminuir os casos da doença. Somado a isso, o distanciamento social contínuo e a vacinação podem nos levar de volta para a sala de aula, com todos presentes, em breve.


O que ficou mais evidente em 2021 é que o aprendizado deve sempre abrir espaço para a mudança. Abraçando o que é novo, sem tentar se apegar a modelos defasados, conseguimos construir um ambiente mais acolhedor nas escolas.


Quer descobrir mais sobre como lidar com a educação em 2022? Acesse o blog da Faz Educação!


Aproveite também o acesso liberado a todos os nossos Materiais Educativos Exclusivos!

228 visualizações0 comentário