O que é formação continuada e quais os benefícios para o seu município

Atualizado: 2 de mai.

Saiba mais sobre o conceito e os benefícios da formação continuada para o seu município.


O que é formação continuada e quais os benefícios para o seu município

Em Pedagogia da autonomia, Paulo Freire já dizia que "quem forma se forma e re-forma ao formar e quem é formado forma-se e forma ao ser formado”. Associando com a formação continuada, temos a importância de atualizar conhecimentos e incorporar novos saberes e habilidades para fazer o mesmo pelos alunos.


Sobretudo nos dias de hoje, com inovações, novas tecnologias, informações e metodologias surgindo em um ritmo tão dinâmico, torna-se ainda mais prioritário manter o desenvolvimento constante das equipes para que essas fiquem atualizadas e possam aprimorar suas práticas pedagógicas e apoiar de modo mais assertivo as novas necessidades e demandas dos estudantes em um mundo em rápida transição.


Para saber mais sobre esse conceito e sua importância, continue a leitura. A seguir, você conhecerá mais sobre o que é formação continuada, seus benefícios para o seu município e dicas para colocá-la em prática.


O que é a formação continuada?


Trata-se de um processo de capacitação contínua e de profissionalização das equipes, atualizando e ampliando seus saberes e alinhando-as às novidades e oportunidades de melhorias para uma educação ainda mais eficiente e relevante.


Portanto, a formação continuada não é apenas promover cursos pontuais e, por vezes, apenas para cumprir determinadas exigências legais.


É um processo permanente de aperfeiçoamento, de modo a permitir que professores ampliem seu repertório de práticas pedagógicas para apoiar os alunos de novas e mais eficientes maneiras em seu desenvolvimento. E, da mesma forma, que gestores educacionais e outros membros da equipe desempenhem com ainda mais eficácia o seu papel no setor da educação.


Material grátis: A importância da Formação Continuada para toda a equipe pedagógica


Quais são os benefícios da formação continuada?


Vivemos em um mundo que se transforma e se renova rapidamente em termos de conhecimento e informações. Portanto, o benefício mais imediato da formação continuada é trazer as escolas do município para essa realidade.


Nos últimos anos, novas metodologias de ensino, práticas pedagógicas e tecnologias educacionais surgiram e começaram a se consolidar. A formação continuada é indispensável para que as instituições de ensino e equipes de educação acompanhem essas novidades e consigam evoluir e proporcionar uma educação ainda mais qualificada e completa aos alunos, promovendo impactos positivos em toda a comunidade escolar.


Para os municípios, isso significa uma melhora potencial do nível de aprendizado dos alunos, o que deve se refletir em um desempenho mais elevado em índices e provas relevantes, além de redução de percentuais como os de evasão escolar.


Com isso, a formação continuada é um recurso que permite que as equipes aprendam continuamente para ensinarem, apoiarem e facilitarem o desenvolvimento dos estudantes e da própria sociedade.


Material grátis: 10 premissas para uma formação continuada alinhada aos novos currículos


Qual é o papel das secretarias de educação na formação continuada de professores?


A secretaria de educação executa um papel de grande relevância nesse contexto. Afinal, ela é responsável por oferecer alternativas de capacitação contínua para a equipe de professores do município.


Isso pode ocorrer tanto por intermédio de profissionais provenientes do próprio município quanto com a contratação de especialistas de outras localidades para desenvolver as atividades formativas, conforme o cronograma estipulado pela secretaria.


Assista ao vídeo sobre a importância de uma formação continuada alinhada à BNCC:



Saiba mais: Como realizar o planejamento pedagógico para 2022


Como colocar a formação continuada em prática em seu município?


Primeiramente, é importante relembrar que, com a BNCC (Base Nacional Comum Curricular), a formação continuada dos docentes passou a ser pauta obrigatória nas escolas e redes.


Assim, estruturar um cronograma e programa de educação continuada deve também se tornar uma prioridade, tanto para que os municípios fiquem em conformidade com as diretrizes da Base e outras políticas públicas quanto para contar com os benefícios vistos anteriormente.


Outro ponto importante é que não há uma forma única ou mais correta de promover a formação continuada. Seguindo-se as prescrições básicas de norteadores como a BNCC, há, ainda, muito espaço para que a iniciativa seja personalizada considerando orçamento, necessidades e demandas mais urgentes de cada município.


E, para colocá-la em prática, é possível optar por diversos tipos e formatos de capacitação, incluindo encontros presenciais, capacitações via internet, cursos de curta ou mais longa duração, palestras, workshops e tantos outros que se adéquem ao contexto local e à disponibilidade dos participantes.


O indicado é que as atividades sejam distribuídas em um cronograma ao longo do ano letivo, documentando e ajudando no planejamento mais eficiente das capacitações.


Outra recomendação é adotar alguns cuidados na contratação de terceiros para o projeto de formação continuada. Isso incluir checar e analisar a formação do especialista ou da equipe de profissionais, verificando seu currículo, experiências e avaliações de outras instituições. Lembre-se, também, de valorizar talentos e vozes locais para compartilhar saberes e experiências.


Você gostou deste artigo? Pesquise outros temas do seu interesse no Blog da Faz Educação!


E não deixe de baixar gratuitamente o eBook completo sobre a Formação Continuada para toda a Equipe Pedagógica.

108 visualizações0 comentário