Os resultados do IDEB foram divulgados. E agora?

Como aproveitar os resultados do IDEB para fazer um planejamento eficiente para sua escola? Confira nossas dicas!


No final do mês passado, foram anunciados os resultados preliminares do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB). Esses resultados refletem a realidade da educação no Brasil, sendo calculados a partir da taxa de rendimento escolar e dos resultados dos exames feitos pelo INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira).


Muitas escolas se preocupam em se preparar para esses exames e buscar uma boa nota no IDEB. Mas existe algo ainda mais importante: saber o que fazer com os resultados divulgados.


Afinal, o IDEB não é um índice demonstrativo. Ele reflete problemas gerais da educação, desafios a serem vencidos por cada escola e pontos em que todos podem melhorar.


Baixe agora mesmo nosso e-book gratuito sobre o IDEB e os principais índices educacionais para gerar melhores resultados em sua escola!


Por isso, neste post, vamos falar de como aproveitar os resultados do IDEB, sejam eles quais forem, para oferecer o melhor para seus alunos. Continue sua leitura e saiba mais!


Informe-se sobre o IDEB


Para saber utilizar o resultado do IDEB para melhorar a educação em sua escola, é preciso entender cada detalhe desse índice e como ele reflete o ensino no país. Por isso, pesquise sobre o assunto, leia artigos, converse com colegas. E não retenha essas informações: divida-as com a comunidade escolar, principalmente com professores e funcionários.


A Faz Educação fez uma live especial sobre o assunto com o consultor educacional Ton Ferreira. Assista a live “Os resultados do IDEB foram divulgados. E agora?”.


Analise a taxa de rendimento


A taxa de rendimento considerada pelo IDEB leva em consideração diversos detalhes sobre o desempenho dos alunos. Entre eles, a taxa de reprovação (quantos alunos não passam de uma etapa para outra), a taxa de evasão (quantos alunos abandonam os estudos sem terminar a etapa) e a taxa de aprovação.


É importante analisar quais são os pontos fracos da sua escola nesse sentido. Mas é ainda mais importante descobrir o que pode ser feito para mudar isso.


Por exemplo, se um aluno que costumava ter uma boa frequência começa a faltar, porque ele não está indo à escola? E se uma turma tem uma taxa de reprovação muito alta, o que é possível fazer para que eles tenham novas chances de aprendizado?


Aulas de reforço no contraturno, trabalhos de recuperação e uma maior comunicação com a comunidade escolar podem fazer muita diferença no ensino oferecido pela sua escola e ainda melhorar a nota no IDEB no próximo ano.


Foque na educação básica


Os exames aplicados pelo INEP focam na educação básica. Por isso, com os resultados em mãos, é preciso prestar atenção na eficiência do período de alfabetização em sua escola.


Os alunos até o final do segundo ano devem não apenas saber ler e escrever, mas também entender como a avaliação funciona. Afinal, nesse período, um enunciado mais longo já pode deixar os alunos confusos se eles só estão acostumados a ler frases. Compreensão e interpretação de texto também são importantes.


Envolva os professores e colaboradores


Como dissemos antes, todos da equipe escolar devem estar bem informados sobre o IDEB, porque as mudanças não vão acontecer da noite para o dia e nem pelas mãos de uma só pessoa. Todos precisam estar envolvidos nos planos e metas a serem traçados.


Sendo assim, faça reuniões para discutir os resultados e boas soluções para melhorá-los. Compartilhem ideias, discutam as questões mais importantes e tomem decisões em conjunto. A atitude certa nessa situação é sempre a colaboração.


Planeje-se


Depois de fazer essas análises e determinar bons planos para melhorar o ensino na escola, é hora de começar a planejar. Foque em planos que sejam concretos, com métricas específicas e objetivos menores. Em vez de planejar diminuir as reprovações, pense em metas como “começar um programa de aulas de reforço”. Isso é mais claro, objetivo e eficiente.


Saiba dicas valiosas para melhorar seu planejamento e otimizar a gestão escolar como um todo!


O IDEB é aplicado em todo as escolas de educação básica do país, mas isso não quer dizer que todas terão as mesmas metas. Por isso, foque nas necessidades da sua escola para definir os próximos passos.


A Faz Educação tem muitos materiais para quem quer melhorar os resultados do IDEB e, assim, oferecer um ensino melhor em sua escola!

0 visualização

© Copyright 2017 - 2019 | Faz Educação & Tecnologia