O papel do Orientador Educacional nas escolas

Atualizado: Mar 4

Você sabe quais são as atribuições do orientador educacional ou confunde um pouco o papel dele e do coordenador? Leia o post para tirar suas dúvidas!

O orientador educacional é um dos membros da equipe gestora escolar, que é formada também pelo diretor e coordenador pedagógico. No entanto, os pais e a comunidade nem sempre sabem qual é a verdadeira função desse profissional, que se dedica à promoção do desenvolvimento dos alunos.


E você, sabe qual é o papel do orientador educacional nas escolas? Tem dúvida quanto aos assuntos que devem ser tratados com esse profissional ou com o coordenador pedagógico? Então, continue a leitura! Vamos explicar as atribuições desse cargo nos tópicos a seguir!


Qual é o papel do orientador educacional?


No âmbito escolar, o orientador educacional acompanha o desempenho individual dos alunos e se dedica ao seu desenvolvimento, tanto acadêmico quanto pessoal. Ele promove tanto ações coletivas quanto sessões de aconselhamento individual para pais e alunos. Algumas vezes, atua também junto aos professores.


Entre as principais linhas de atuação do orientador educacional, podemos destacar:

Função administrativa

Junto ao diretor escolar e coordenador pedagógico, ele forma a equipe gestora da instituição. Portanto, eles são os responsáveis por tomar decisões e elaborar planos, calendário, eventos, iniciativas que integram a escola e a comunidade etc. Em uma gestão democrática, esses três profissionais lideram a equipe para a construção e cumprimento do Projeto Político-Pedagógico.


Formação pessoal dos estudantes

A escola é uma coadjuvante no processo de formação pessoal dos alunos. Por isso, embora seja papel da família ensinar princípios e educar para a vida, a escola contribui reforçando valores e provocando a reflexão.


Cabe ao orientador educacional desenvolver projetos que provocam essa reflexão. Essas iniciativas trazem orientações sobre o chamado currículo oculto. Ele envolve temas como resolução de conflitos, relacionamento interpessoal, prevenção ao bullying, vida em sociedade e ações sociais, bem como valores morais e éticos necessários para o pleno exercício da cidadania.


Orientação aos docentes

De forma geral, o coordenador pedagógico é responsável por orientar os docentes. Ele instrui os professores no que diz respeito ao cumprimento do currículo, utilização de metodologias eficazes e outros temas relacionados à qualidade do ensino oferecido pela instituição.


No entanto, o orientador educacional também pode atuar ao lado desses profissionais, mas com outro foco. Seu papel é ajudar os docentes a compreenderem os comportamentos e necessidades dos estudantes. Dessa forma, eles conseguirão elaborar aulas que potencializam a aprendizagem e melhorar o relacionamento entre professor e aluno.


Acompanhamento acadêmico

O acompanhamento acadêmico é uma das funções essenciais do orientador educacional. Ele analisa o desempenho dos alunos e os chama para sessões de orientação. Nesses encontros, podem ser abordados temas como organização para o estudo, técnicas para assimilação do conteúdo, entre outras dicas para potencializar a aprendizagem.


Muitas vezes, o orientador educacional precisa conversar também com os pais dos alunos. O objetivo é conscientizá-los de que o desempenho acadêmico do estudante, embora preocupante, pode ser melhorado com atitudes e intervenções domésticas.


Nesse sentido, o orientador é um verdadeiro catalisador que promove a sinergia entre todos os envolvidos no processo educacional. Ele ajuda estudantes, pais e professores a entenderem como podem contribuir para que o aluno tenha sucesso e se desenvolva plenamente.


Levantamento de necessidades educacionais especiais

É importante destacar que o diagnóstico de necessidades educacionais especiais não é feito pelo orientador educacional, mas por uma equipe multidisciplinar. No entanto, esse profissional pode ajudar o professor a identificar alunos que necessitam de uma avaliação mais completa e, caso a hipótese diagnóstica se confirme, auxiliar no atendimento às necessidades específicas desses estudantes.


Orientação vocacional

Em muitas escolas, o orientador educacional também tem um papel importante na escolha profissional dos alunos. Ele não faz um teste vocacional, da mesma forma que o psicólogo. No entanto, ele consegue desenvolver projetos para ajudar os estudantes a compreenderem as atribuições das diferentes funções, bem como a reconhecerem suas aptidões e afinidades.


Relacionamento com a comunidade

Uma das atribuições mais gratificantes do orientador educacional é o relacionamento da escola com a comunidade. Cabe a esse profissional ultrapassar os limites da instituição e conhecer a realidade das pessoas que a instituição atende.


Dessa forma, é possível trazer essas informações para a equipe escolar, que poderá levar essas necessidades em consideração ao fazer o Projeto Político-Pedagógico da instituição.


O trabalho do orientador educacional é fundamental para potencializar o desenvolvimento pleno dos alunos. Por isso, cabe aos pais, alunos, professores e outros profissionais da educação apoiá-lo e reconhecer seu valor.


Aproveite e veja também o Faz Responde sobre a importância de ter um bom relacionamento com os alunos:

194 visualizações

© Copyright 2017 - 2019 | Faz Educação & Tecnologia