O segredo para os pais comparecerem às reuniões!

Atualizado: Mar 19

A participação dos pais nas reuniões escolares é fundamental. Mas muitos deles não comparecem a esses eventos. Como mudar esse quadro?

As reuniões de pais e professores são essenciais para a comunidade escolar. Nelas, são decididos temas importantes para o andamento do ano letivo. Além disso, os pais podem saber como ajudar os filhos a alcançarem seus potenciais.


Porém, muitos pais não comparecem nas reuniões. Alguns, por falta de tempo. Outros, por não entenderem que elas são importantes.


A relação entre escola e família mudou muito nos últimos tempos!


Como mudar esse quadro na escola? Abaixo, vamos dar algumas dicas para garantir uma presença maior dos pais nesses eventos:


Saiba mais: O novo normal e a nova escola: entenda como lidar, acolher e dialogar!


Decida o horário da reunião junto com os pais


Não estar disponível no horário decidido é um motivo comum para não ir às reuniões da escola. E o melhor jeito de evitar isso é decidir um horário junto com os pais.


Uma ideia legal é criar uma enquete e enviar para eles. Assim, eles podem decidir o melhor horário com alguns cliques. Quando um horário for definido, você já sabe que é, de fato, um horário em que a maioria pode comparecer.


Tenha em mente que muitos pais só podem ir às reuniões no fim do dia. Ainda que muitos tenham o fim de semana livre, é mais difícil que compareçam nesses dias. Procure dar sugestões que sejam viáveis para facilitar essa escolha.


Saiba mais: Planejamento do ano letivo: como preparar a sua rede!


Envie um convite para a reunião


Em vez de enviar apenas um bilhete com dia, horário e local da reunião, envie um convite completo. Diga quais temas serão abordados e por que os pais devem comparecer. Mostre que a reunião será significativa e importante para pais, professores e alunos.


Para ir mais além, envie também lembretes da reunião. Afinal, muitos pais esquecem dela durante a rotina corrida. Lembretes espaçados de que a reunião vai esquecer podem fazer a diferença no comparecimento. Não se esqueça de mandar um no dia da reunião, mas cedo.


Saiba mais: Guia do Ensino Híbrido: dicas para implementação!


Envolva os pais nos acontecimentos da escola


Muitos familiares não se sentem acolhidos na escola. Isso porque a escola não faz parte do dia a dia deles de qualquer forma. Ela acaba se tornando apenas um local onde os filhos ficam durante o dia.


O que fazer sobre isso? Criar mais eventos de que os pais possam participar. Apresentações de dança, canto e teatro, por exemplo, levam os pais à escola. Competições esportivas e gincanas, também.


Essa proximidade com o ambiente escolar estimula os pais a se envolverem com a escola. E isso garante uma participação mais frequente nas reuniões.


Saiba mais: Como ajudar as famílias de alunos com problemas nas aulas on-line!


Proporcione uma reunião dinâmica


Ainda que muitos pais não possam comparecer, alguns também preferem não o fazer. As reuniões podem ser maçantes quando os professores falam sem parar e sem dar espaço para os pais. Além disso, algumas escolas usam esses momentos para fazer reclamações sempre sobre os mesmos alunos.


Criar uma reunião mais agradável para todos é uma forma de atrair os pais. Selecione os assuntos que serão tratados, peça opiniões, crie interações.


Uma ideia é tornar o ambiente mais agradável com comidas e bebidas. Afinal, muitos pais saem do trabalho direto para a reunião, e vão apreciar serem recebidos com um café. Isso torna a escola mais aconchegante e as reuniões podem se tornar um momento aguardado.


Saiba mais: Educação 5.0: o que é e como se preparar!


Direcione os pais que não puderem participar


Mesmo combinando horários e criando maneiras de envolver os pais no ambiente escolar, alguns não vão aparecer nas reuniões. É de se esperar que nenhuma reunião conte com 100% de participação. O melhor a ser feito, nesses casos, é orientar os pais que não compareceram.


Afinal, mesmo não indo nas reuniões, eles também querem saber sobre o desempenho dos filhos. Quando os professores estão disponíveis para essas conversas? É possível marcar um horário separado? Eles podem conversar depois das aulas?


As reuniões escolares não podem ser o único meio de comunicação entre a escola e os pais. É preciso criar outras maneiras de manter essa conversa.


Com essas dicas, é possível envolver mais os pais na vida escolar dos filhos. E, como consequência, criar uma comunidade escolar mais unida. Assim, desde os professores, os alunos, até as famílias, todos saem ganhando.


Gostou desse artigo? Explore todos materiais exclusivos do Blog da Faz Educação e tire outras dúvidas.

143 visualizações0 comentário