Formação continuada de professores para a Educação 5.0

Da formação continuada dependem os processos de inovação, melhoria e constante reflexão sobre a educação.

Seja para o ambiente educacional hoje, seja mirando no futuro da educação, essa é a melhor maneira de assegurar que o processo educacional seja mais efetivo e que discentes de todos os níveis de ensino possam ter mais sucesso em sua jornada de aprendizado.


Quando imersos no projeto educacional promovido pela Educação 5.0, a formação continuada tem um papel essencial para que os novos processos de ensino possam se tornar significativos.


E, como a proposta da Educação 5.0 é justamente a de fazer com que o ensino-aprendizagem se torne verdadeiramente significativo, a formação continuada é mais do que indispensável de se levar em conta no momento de refletir sobre as novas práticas.


Quer saber mais? Confira agora o que o nosso time de especialistas pensa sobre o assunto!


Saiba mais: Educação 5.0: o que é e como se preparar!


Por que o planejamento educacional deve sempre levar em conta a formação continuada de educadores?


A formação continuada não pode ser vista apenas como um momento em que os educadores, como um todo, se reúnem a fim de discutir práticas pedagógicas ou de ensino, ainda que momentos pontuais de minicursos, seminários ou palestras sejam também interessantes e edificantes.


Por formação continuada devemos compreender um processo que se dá de forma ininterrupta, em que todo o complexo grupo de trabalho em uma escola (professores, pedagogos, setor administrativo e de apoio escolar).


Um projeto de formação continuada sempre deve estar focado em observar novas práticas educacionais, seja através de cursos, de oficinas das mais diversas e em momentos em que as trocas entre o grupo profissional troca suas experiências e reflexões.


Assim, não há uma maneira “correta” de se realizar a formação continuada, mas aquelas formas que realmente funcionam para cada grupo de educadores, que tem, obviamente, suas particularidades e necessidades, cultura, tradições e a forma particular de se organizar.


Diante da importância desses momentos, é essencial que uma escola sempre considere a importância da formação continuada na hora de planejar o ano letivo, reservando espaços em suas atividades para que esses momentos sejam possíveis.


Além disso, ter um cronograma de atividades é igualmente essencial, uma vez que a produção de documentos que retratam a jornada na formação continuada podem também construir uma biblioteca comum, construída conjuntamente pelos profissionais em suas jornadas de aprendizado.


Saiba mais: 10 premissas para uma formação continuada alinhada aos novos currículos!


A Educação 5.0 nos convida à formação continuada


Sempre que refletimos sobre as grandes mudanças nas perspectivas educacionais, sobre o “como fazer” e sobre “o porquê de se fazer”, constatamos que ao longo da história da educação passamos por diversas quebras de paradigmas, bem como por momentos de grandes revoluções naquilo que se tomava por educação.


Certamente, a Educação 5.0 é uma proposta que ambiciona também a quebra de um paradigma construído tendo como base a ideia de que a educação não deve apenas focar no ensino através de novas tecnologias, mas, também, reforçando o que já conhecemos muito bem: os aspectos socioemocionais da educação.


Tomada por muitos anos como distante do que é o aprendizado que se deve proporcionar na escola, educar pessoas com aspectos socioemocionais mais fortalecidos tem tudo a ver com os aspectos emancipatórios da educação, sobretudo aqueles relacionados à forma como nos relacionamos e tratamos uns aos outros.


A educação focada no desenvolvimento socioemocional visa buscar formas de assegurar que o futuro mundo adulto será constituído por pessoas generosas e altruístas, que são capazes de reconhecer que um mundo com menor número de barreiras é um mundo mais justo e próspero.


Saiba mais: A importância da Formação Continuada para toda a equipe pedagógica!


Cuidados que devem ser tomados no momento de contratar uma formação continuada


Alguns cuidados devem ser tomados no momento de fazer a contratação de uma formação continuada, sobretudo em relação à formação do profissional, ou do conjunto de profissionais, que irão atuar frente aos profissionais da escola.


Sempre vale a pena buscar informações de outras escolas por onde os profissionais já aplicaram seus projetos, bem como uma verificação minuciosa dos seus currículos públicos, como o Lattes.


Além desses cuidados, vale sempre a pena buscar, em sua própria comunidade escolar por vozes relevantes, que tragam experiências significativas para os professores, bem como dentro da própria escola, explorando quais são as experiências educacionais bem sucedidas dos seus próprios professores.


Esse artigo te ajudou? Pesquise e tire muitas outras dúvidas no Blog da Faz Educação!


Aproveite e garanta hoje mesmo os nossos Materiais Educativos Exclusivos gratuitamente!

131 visualizações0 comentário