Experiências de ciências: do laboratório à sala de aula

Atualizado: Mar 4


Crianças são curiosas por natureza e adoram colocar a mão na massa. Assim, as experiências em sala de aula são muito importantes para que elas construam o conhecimento de forma lúdica, aguçando seus olhares na investigação.


Mas, será que qualquer coisa que fazemos diferente de usar o quadro negro e o giz pode ser considerada um experimento?


Bem mais do que comprovar a teoria, a experiência deve proporcionar possibilidades para que os alunos criem e testem hipóteses sobre os fenômenos, trabalhando assim a argumentação. E, para isso acontecer, os alunos devem criar conexões entre a atividade (a experiência) e os seus conhecimentos prévios e teóricos.


Através das experiências em sala de aula, o aluno pode perceber seus erros e acertos, analisar as informações adquiridas e compará-las com o seu conhecimento. Desta forma, os erros também devem ser valorizados para criar reflexões e trabalhar o raciocínio.


Discutir antes e depois da atividade pode aprimorar a aprendizagem dos alunos para pensarem em perguntas, respostas e explicações.


Cabe ao professor fazer o acompanhamento contínuo, mediando o conhecimento dos alunos com a prática, direcionando-os para apresentarem explicações para os resultados descobertos e, se preciso, proporem uma nova situação para o desafio.


Vale lembrar...


A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) também compartilha a visão de ter o estudante como investigador, e o fato de dispor uma sala de aula na qual o aluno é o protagonista colabora para sua aplicação, despertando a curiosidade, criando perguntas e soluções e, com isso, fazendo relações com a vida, lembra Lilian Bacich.

Como você pode colocar em prática? Veja 2 exemplos de experimentos de ciências bem fáceis para fazer em sala de aula.


1. FOGO E SOMBRA

  • Você vai precisar de: Fósforo e uma lanterna.

  • Experimento: Acenda o fósforo e mantenha uma distância de 10 a 15 centímetros da parede. Ilumine-o com uma lanterna e você vai ver na parede apenas a sombra de sua mão e o palito de fósforo.

  • O que acontece? O fogo não projeta sombra, porque ele também é uma fonte de luz.

Fonte: https://incrivel.club/inspiracao-criancas/8-experimentos-magicos-que-supreenderao-seus-filhos-38755/



2. PASTA DE DENTES PARA ELEFANTES

  • Você vai precisar de: Uma garrafa de plástico, uma bandeja, fermento seco, água oxigenada a 6%, corante de alimentos, sabão líquido ou detergente e água.

  • Experimento: Coloque a garrafa numa bandeja. Despeje meia xícara de água oxigenada, adicione um pouco de sabão ou detergente e não economize no corante de alimentos. Em uma tigela, misture bem 2 colheres de sopa de água morna com uma colher de chá de fermento (um minuto misturando é suficiente). Em seguida, despeje a mistura na garrafa. Quase imediatamente vai começar a sair uma espuma colorida parecida com uma pasta de dente saindo de um tubo gigante.

  • O que acontece? A água oxigenada se decompõe na água e no oxigênio e o fermento funciona como um catalisador, acelerando a reação. O sabão contribui multiplicando as bolhas de sabão. a garrafa e a “pasta de dentes” se aquecem, porque durante a reação é gerado calor.

Fonte: https://incrivel.club/inspiracao-criancas/8-experimentos-magicos-que-supreenderao-seus-filhos-38755/



Veja alguns canais com mais ideias de experimentos para você se inspirar e colocar em prática com os alunos:





* Júlia Bosso é formada em Letras pela Universidade Paulista e cursa Pedagogia pela Universidade de Taubaté. Foi professora de Ensino Fundamental I durante um ano e atualmente é analista de Pesquisa e Desenvolvimento de Produtos Educacionais.

0 visualização

© Copyright 2017 - 2019 | Faz Educação & Tecnologia