06 dicas de atividades para estimular a criatividade nas férias

Atualizado: Mar 4


Uma das principais habilidades do profissional deste século é, sem dúvida alguma, a criatividade. No entanto, como ensinar a ser criativo? Escolas e alunos são desafiados todos os dias a vivenciarem propostas nas quais a criatividade possa ser estimulada e desenvolvida.


A criatividade pode surgir a qualquer hora e em qualquer lugar, pode surgir de um problema como forma de solução ou ainda surgir em situações lúdicas. Pode surgir de momentos ociosos ou no meio de um dia atribulado. Desta forma, para ajudar a desenvolver essa habilidade, é importante propor situações diversas nas quais a criança possa se divertir e criar simultaneamente. E, para tornar esse aprendizado ainda mais interessante, podemos aplicar diversas brincadeiras durante o período de férias. Vejamos abaixo algumas atividades para estimular a criatividade:


  • Circuito de atividades: Além de gastar a energia das crianças, a proposta de circuitos é desenvolver a imaginação propondo que, enquanto pulam, sobem, descem e dão cambalhotas, possam imaginar aventuras (combater dragões, fugir de uma ameaça planetária ou ainda pular lavas de um vulcão em erupção). Estimular a imaginação das crianças é uma maneira de desenvolver a criatividade.


  • Convívio com as artes integradas: Propor que as crianças criem seus fantoches e depois executem uma peça teatral para a família, dancem uma música diferente do habitual, façam uma obra de arte com tinta guache ou ainda com argila podem estimular o processo criativo, além de serem propostas que visam sair da rotina.


  • Inventar histórias: Reunir alguns objetos em uma caixa e pedir para que as crianças contem uma história a partir dos objetos que vão sendo retirados da caixa, fazendo com que o enredo tenha um mínimo de coerência é uma atividade prazerosa e, ao mesmo tempo, desafiadora. Para as crianças, é uma excelente forma de criar e utilizar toda a sua capacidade produtiva.


  • Confeccionar o próprio brinquedo: Provavelmente você já ouviu dos seus pais que eles brincavam com brinquedos que produziam, podendo ser um carrinho de rolimã ou mesmo os boizinhos de chuchu. Se construir brinquedos te parece algo velho, saiba que esta atividade é extremamente estimulante e criativa e pode agradar seu filho, deixando que ele utilize a imaginação.


  • Passeios com as crianças: Levar seu filho para parques onde ele não costuma ir, a um museu ou zoológico, ou mesmo a uma praça que ele não frequenta pode estimular a criatividade. Quanto mais a criança é exposta a novidades, mais chances de desenvolver a criatividade ela tem. Assim, é mais interessante que seu filho visite um museu de arqueologia ou um sítio da sua cidade do que vá ao shopping nos brinquedos que ele já costuma ir.


  • Aulas de culinária: Ajudar um adulto a decorar um bolo ou fazer alguns biscoitos, modelando a massa em formato de coração, estrela ou algum animal pode ser uma excelente atividade para estimular a criatividade. Para isso, é preciso deixar que a criança, enquanto aprende a ordem dos ingredientes e decora o quitute, também possa se transformar em um minichef de cozinha. Tudo isso fica ainda mais divertido se a criança degustar o prato ao final.


A criatividade será desenvolvida de forma intrínseca nas diversas opções de atividades enquanto brinca, se diverte e aprende, além de serem opções saudáveis e que podem ser realizadas com toda a família.



* Gisele Aparecida Lemes Vitório é Pedagoga e Tecnóloga em Gestão em Recursos Humanos, Treinadora Internacional da Aprendizagem Cooperativa-Kagan. Atua como consultora educacional e possui experiência em coordenação e sala de aula em instituição de ensino profissional. Já atuou como professora técnica, expositora e facilitadora de aprendizagem em oficinas de simpósios e eventos internacionais de educação.

0 visualização

© Copyright 2017 - 2019 | Faz Educação & Tecnologia