Entenda as diferenças: Educação remota, online e EAD

Saiba o que é educação remota, online e EaD, e como elas funcionam nesse período de isolamento social.


Não há como negar que a pandemia de COVID-19 mudou a vida de todos nós, em vários aspectos. Mas um dos aspectos que mais viu transformações em um curto período de tempo, foi a educação.


Quem estava na escola, na faculdade ou mesmo fazendo um curso não-relacionado, viu seus planos pararem por um tempo. Isso, até que todos pudessem fazer as mudanças necessárias para continuar oferecendo aulas, mesmo com a distância.


Nem todas as instituições podem oferecer aulas online no momento, porém, aquelas que podem, estão enfrentando um período de grandes mudanças para continuar proporcionando uma educação de qualidade para os alunos.


No meio dessas transformações, algumas questões não ficam claras para todos. Por exemplo, qual a diferença entre um curso EAD e uma aula remota? Por que instituições que têm cursos EAD também têm dificuldades de criar aulas remotas em um momento de crise? Confira abaixo quais são as diferenças entre essas modalidades:


Educação online


Quando falamos de educação online, estamos usando um termo genérico, que abrange tanto as aulas remotas, quanto as aulas EAD. Ele se refere ao fato de que, em vez de acontecer de forma presencial, as aulas ocorrem a distância, utilizando ferramentas tecnológicas para completar o compartilhamento de ideias.


Por isso, quando uma instituição diz que oferece aulas online, precisamos perguntar qual é o tipo de aula. Afinal, isso pode significar que eles fazem transmissões ao vivo todos os dias, que têm um banco de aulas gravadas ou mesmo que fazem chamadas de vídeos com alunos individuais em horários marcados.


Nos últimos tempos, ficou claro que os professores precisam saber utilizar a tecnologia para garantir uma boa educação no futuro. Saiba mais sobre o assunto em nosso blog!


Educação remota


As aulas remotas são algo com que nos familiarizamos nos últimos tempos. Isso porque a maior parte das escolas e faculdades viram as aulas remotas como uma oportunidade de continuar suas atividades mesmo com as medidas de isolamento social.


A maneira como pensamos na educação está mudando. Veja como o mindset pode fazer a diferença!


Na educação remota, as aulas podem ser gravadas, mas geralmente são ao vivo. A característica mais comum, no entanto, é que elas acontecem – ou são disponibilizadas – nos dias e horários em que aconteceriam as aulas presenciais.


O material utilizado nessas aulas é elaborado pelo professor da disciplina, pensando nos alunos da turma, focados na necessidade do grupo (ou do indivíduo, em casos de aulas particulares). Por isso, o material é personalizado, com um plano de ensino próprio e um cronograma adaptado para a situação.


Alunos e professores estão sempre interagindo nas aulas remotas, e é possível tirar dúvidas durante as aulas ou por outros meios de comunicação. As avaliações finais também são personalizadas de acordo com o conteúdo visto nas aulas, considerando as condições dos professores e alunos.


Educação a distância (EaD)


O EaD é a forma de educação online mais conhecida. Afinal, existem cursos completos que são oferecidos em EaD por grandes universidades. Mas essa modalidade é muito diferente da educação remota.


No EaD, a maioria das aulas é gravada, com apenas algumas videoconferências com o objetivo de tirar dúvidas. Em alguns casos, o curso é 100% gravado. Em vez de falar diretamente com o professor, esses cursos têm um tutor para quem mandar e-mail ou mensagens para tirar dúvidas.


Os materiais são padronizados e produzidos em larga escala. Em outras palavras, quem faz uma matéria nesse semestre vê o mesmo material da turma do último semestre. Não há personalização de acordo com as necessidades do grupo.


O calendário letivo é unificado, com poucas alterações de cronograma. Por fim, as avaliações em EaD são padronizadas, feitas e corrigidas em larga escala.


Podemos ver que a principal diferença, portanto, é que a educação remota tem mais personalização e individualidade do que a educação a distância. Por isso, é a opção mais adotada por escolas, e que a relação entre professores e alunos e a sociabilidade são aspectos muito importantes.


As aulas remotas permitem que o professor continue com o projeto de ensino utilizado na sala de aula presencial. É possível, inclusive, aplicar metodologias ativas. Confira aqui algumas dicas sobre o assunto!


Na Faz Educação, estamos com uma série de artigos sobre as transformações causadas pelo isolamento social, e diversas dicas para ajudar professores e escolas a passarem por esse momento. Venha conferir!

5,127 visualizações

© Copyright 2017 - 2019 | Faz Educação & Tecnologia