5 dicas para melhorar a concentração nos estudos

Em época de isolamento social, descubra como elevar a sua atenção e concentração nas atividades


Nesse momento das atividades escolares e aulas dentro de casa, o que muitos estudantes e pais desejam é aumentar a sua capacidade de concentração nas atividades, não é verdade?


Você sabia que atenção e concentração são diferentes? Isso mesmo, a concentração é o esforço mental que você direciona para o que está estudando ou trabalhando. Já a atenção refere-se ao período de tempo que você pode se manter concentrado, tem a ver com a percepção dos detalhes e variações do que está sendo realizado.


A neurociência na educação tem muito a ver com esse assunto. Saiba mais aqui!


O tempo de atenção e concentração pode variar por vários motivos, principalmente nesse momento em que estamos vivendo, ficando mais tempo dentro de casa e nos sentindo muitas vezes entediados. É fácil ficar frustrado quando você está tentando se concentrar e simplesmente não consegue. Isso pode levar ao estresse e à irritação, o que tende a tornar o foco no que você precisa fazer ainda mais distante.


Se você sente que precisa melhorar o seu tempo de concentração, a seguir vamos apresentar 5 dicas que poderão te ajudar.


Como melhorar a concentração nos estudos


1. Melhore sua noite de sono


A falta de sono de qualidade pode trazer prejuízos, o que pode afetar o seu humor e o seu desempenho nos estudos. Sentir-se muito cansado pode até desacelerar os seus reflexos e a longo prazo prejudicar a sua memória.


Algumas sugestões podem te ajudar a desacelerar antes de dormir:


  • Desligue a TV e guarde as telas uma hora antes de dormir.

  • Mantenha seu quarto em uma temperatura confortável.

  • Relaxe antes de dormir com música suave, um banho quente ou um livro.

  • Vá para a cama e levante-se na mesma hora todos os dias, mesmo nos finais de semana.

  • Faça exercícios regularmente, mas tente evitar treinos intensos antes de dormir.


2. Faça exercícios


Estudos mostram que as atividades físicas estão diretamente ligadas à melhora da concentração, mas, se você não tem tempo para se exercitar, aumentar a sua frequência cardíaca já será uma atividade.


Algumas atividades e mudanças de hábitos no dia a dia que podem colaborar para sua mudança:


  • Ir caminhando para o trabalho.

  • Levar os filhos a pé para a escola.

  • Acordar 20 minutos mais cedo e fazer alguma atividade. Se puder, tente fazer exercícios antes de precisar se concentrar ou ao fazer uma pausa mental.


3. Treine o seu cérebro


Isso mesmo. Treine! Os jogos de treinamento cerebral também podem te ajudar a desenvolver memória de trabalho e de curto prazo, bem como suas habilidades de processamento e resolução de problemas. Alguns exemplos são: Sudoku, xadrez e quebra-cabeças.


4. Faça intervalos


Quando estamos muito tempo em um determinado trabalho, é normal nossa mente buscar atenção em outras atividades. Quando sentir sua concentração diminuindo, faça uma pequena pausa mental. Refresque-se com uma água ou um lanche nutritivo, faça uma caminhada rápida ou saia para tomar sol.


Quando você voltar ao trabalho, vai se surpreender, pois estará mais focado, motivado ou até mesmo criativo. As quebras podem ajudar.


5. Pratique meditação


As práticas de meditação e atenção plena podem oferecer múltiplos benefícios. A concentração aprimorada é apenas uma delas. A atenção plena também pode melhorar a memória e outras habilidades cognitivas. Meditação não significa apenas ficar sentado em silêncio com os olhos fechados. No início, procure uma meditação guiada para te ajudar a começar.


Aprender sobre neurociência pode levar seus métodos de aprendizagem a outro nível. Quer saber mais? Baixe o eBook Neurociência na educação.

78 visualizações

© Copyright 2017 - 2019 | Faz Educação & Tecnologia