Dando continuidade ao ensino na volta às aulas presenciais

A volta às aulas presenciais vai apresentar diversos desafios, como reconquistar a atenção dos alunos. Saiba como superá-los!


Muitas escolas já estão se programando para a volta das aulas presenciais. Depois de meses afastados, seus alunos e professores estarão juntos novamente. Mas sabemos que nem tudo será como antes.


Como é possível retomar a rotina depois de tanto tempo? E como captar a atenção de alunos que não estão mais acostumados à sala de aula? Confira abaixo algumas dicas!


Comece de novo


Pense no começo do ano, quando os alunos voltaram à sala de aula depois das férias de verão. Os primeiros dias são sempre agitados, há sempre muito assunto para colocar em dia, demora algumas semanas para que todos se acostumem à rotina da escola.


A volta às aulas presenciais vai ser assim. É como começar tudo de novo: os alunos precisam de tempo para se adaptarem, e os funcionários da escola também. Todos querem contar como foram esses meses afastados e descobrir como os colegas estão.


Para mostrar que estamos começando do zero, é interessante fazer uma atividade de integração como se costuma fazer nos primeiros dias de aula.


A clássica atividade para contar o que fez durante as férias pode ser adaptada para “o que fiz na quarentena”. Sem dúvida, todos os alunos têm uma história para contar.


Reavalie os conhecimentos


Aulas presenciais são muito diferentes de aulas on-line, como todo professor pode dizer. Mas uma das diferenças que mais se evidencia é como o ritmo de aprendizado dos alunos muda nesse formato.


Alguns alunos se sobressaem no ensino a distância, o afastamento dos colegas faz com que eles estudem ainda mais e aprendam com mais facilidade. Outros, no entanto, precisam da interação e da presença dos professores para manterem um bom ritmo de aprendizado.


Isso pode ser influenciado por diversos fatores. Alunos que vivem em um ambiente familiar mais quieto, por exemplo, podem ter mais concentração do que aqueles que vivem com uma família mais agitada. Por isso, ao voltar às aulas presenciais, será preciso descobrir onde cada um está.


Testes, trabalhos ou questionários já dão conta do recado, mas é importante não transformar isso em uma avaliação. A pressão de uma avaliação é o que os alunos menos precisam nesse momento.


A avaliação durante o ensino remoto também deve ser diferente!


Tenha em mente que essa reavaliação será bastante homogênea, na maior parte das vezes. Procure não fazer distinções no decorrer das aulas e lembrar que mesmo quem conseguiu aprender mais nesse período também se beneficia das revisões feitas.


Repasse os procedimentos de segurança


Essa parte não pode ficar de fora: as aulas presenciais vão precisar de uma série de procedimentos de higiene e segurança. Por isso, é importante repassar com os alunos como eles podem ajudar a prevenir a transmissão da COVID-19.


Seja explicando sobre o uso da máscara, pedindo que eles ajudem a higienizar as mesas com álcool ou mesmo lembrando da importância do distanciamento, professores vão ter essa missão de reforçar constantemente o que precisa ser feito.


Lembre-se que alunos que estão apresentando sintomas devem ser enviados para casa.

Saiba mais sobre esses procedimentos na reabertura das escolas!


Mude a formatação das aulas presenciais


Depois de meses de afastamento, será muito difícil para os alunos sentarem por quatro horas diante do quadro e ouvir os professores explicando a matérias. Eles já se acostumaram com uma rotina mais dinâmica do que essa.


Por isso, pense em mudar a formatação dessas aulas. Em vez de horas de explicações de professores, sugira a sala de aula invertida, em que os alunos explicam o que sabem e tiram suas dúvidas com colegas e professores.


Ou, ainda, promova uma interação entre os alunos, estimulando o retorno do relacionamento entre eles, juntando grupos para que trabalhem juntos. Assim, eles se ajudam com as dificuldades que surgirem e também ficam menos entediados com a aula.


Abra espaço para as angústias


O grande problema que vai tirar a concentração dos alunos nesse retorno às aulas presenciais é que todos estão angustiados com a situação em que estamos vivendo.

Alguns não querem voltar para a escola com medo de ficarem doentes. Outros receberam tanta informação sobre a pandemia que nem sabem no que acreditar. E ainda vão ter alguns que ficaram doentes, ou conhecem pessoas que ficaram doentes, ou que perderam alguém nesse período.


Abra espaço para essas conversas em sala de aula. Reserve um tempo para que todos tenham a oportunidade de se abrirem e contarem como estão lidando com esse momento. Procure transformar esse espaço em uma zona sem julgamentos e deixe todos à vontade.


É importante lembrar que esse tempo de isolamento não foi perdido.


Depois de algumas semanas, os alunos vão se acostumar com as aulas presenciais, e todo o processo será mais simples.


Confira no blog da Faz Educação mais algumas dicas para enfrentar esse momento!


Aproveite e baixe gratuitamente o nosso eBook BNCC: revisão curricular e replanejamento do ano letivo em tempos de pandemia.

171 visualizações

© Copyright 2017 - 2019 | Faz Educação & Tecnologia