A comunicação entre família e escola em tempo de isolamento social

A escola tem um papel social que vai muito além do ensinar. É por isso que a comunicação entre família e escola é essencial, sobretudo em tempo de pandemia.





O que se aprende na escola e que não se aprende em nenhum outro ambiente?

A saída mais rápida para essa pergunta é que podemos aprender qualquer coisa em qualquer outro ambiente, que não o escolar.


Ou, até mesmo, que nada daquilo que aprendemos na escola, podemos aprender em outros ambientes distintos dela.


Para que possamos responder a essa pergunta de forma correta é preciso, inicialmente, pensarmos qual o papel, de fato, da escola.


A escola é um ambiente em que, muito além de aprender português, matemática e outras disciplinas, aprendemos, efetivamente, a participar da sociedade.


Com seus regramentos, com seus deveres, com o ambiente criado para cada faixa etária, a escola ensina muito mais do que saber ler, saber escrever e a contar.


A escola ensina qual o nosso papel na sociedade, o que é a sociedade e também como devemos conviver em sociedade.


Assim, em tempos em que o mundo todo sofre os efeitos da pandemia causada pelo novo Coronavírus, qual é, efetivamente, o papel da escola e da sua gestão?


Como a comunicação entre família e escola pode fazer com que a educação cumpra com seu papel de proteger e promover a vida dos seus discentes através da formação escolar?


A comunicação entre família e escola é vital para a educação em tempo de pandemia


O ensino não se restringe apenas ao ambiente escolar. Todos os ambientes em que as relações humanas acontecem são, por definição, também ambientes em que o aprendizado se dá.


No entanto, a educação formal - esta sim a cargo das instituições de ensino - encontra sua completa realização quando família e escola caminham juntas.


Assim, é imprescindível para a educação em tempo de pandemia, que as famílias possam encontrar na escola um elo para a promoção dos saberes na formação dos seus filhos.


Por isso é que a comunicação entre família e escola é tão essencial, sobretudo agora.

Fazer com que pais encontrem na equipe pedagógica um suporte para entender como podem contribuir para a formação de seus filhos, ainda que ela se realize provisoriamente em casa é um dever da escola.


Para isso, manter canais de comunicação abertos nunca foi tão essencial.


Através deles é possível que as famílias possam encontrar melhores soluções para o planejamento da rotina de estudos, auxílio na hora que dificuldades emocionais surjam e até mesmo ajuda extra para conduzir as atividades escolares.


É assim que família e escola, unidas, podem promover um tempo de aprendizado mais valoroso para as crianças, adolescentes e jovens, que tanto necessitam do nosso apoio nesse momento.


Estratégias para fortalecer a comunicação


Utilize as redes sociais


As redes sociais são utilizadas frequentemente por alunos, pais e professores.

Fazer uma boa utilização dos canais de comunicação digital é uma estratégia de ouro para fortalecer a comunicação entre família e escola.


Utilize-as tanto para fazer publicações importantes e informar rapidamente os pais, professores e alunos, mas não perca de vista que é essencial ter um recurso formal para a comunicação, sobretudo porque nem todos podem ter o hábito de acessar as redes com frequência.


Crie grupos de discussão para que pais, professores e alunos possam participar de deliberações e estratégias


Um dos fundamentos da educação é, sem dúvida, o diálogo.


Quando propomos a criação de um espaço de discussão para que pais, alunos e professores possam discutir as melhores estratégias para a formação, ressaltamos que a escola se tornou um ambiente plural e valorativo.


Essa discussão, no entanto, deve sempre estar solidificada em princípios de respeito e igualdade.


São eles que permitem que todos possam se manifestar de forma livre e terem suas opiniões e sugestões acolhidas para o debate.


Para isso, sugerimos a criação de fóruns de discussão - que podem até mesmo utilizar os recursos das redes sociais - como forma de promover e ampliar o alcance da comunicação entre família e escola.


É também, diante disso, essencial que os alunos também possam participar.


Sem dúvida, é uma atitude positiva que contribuirá e muito para a vida deles como um todo, sobretudo por, através dela, exercitarmos o debate, o acolhimento das diferenças e o aprendizado comunitário.

2,572 visualizações

© Copyright 2017 - 2019 | Faz Educação & Tecnologia