Como usar a realidade aumentada na escola?

Atualizado: Mar 4

A realidade aumentada é uma ferramenta que atrai a atenção dos alunos e incentiva o interesse nos estudos. Mas como usá-la em sala de aula?


Hoje em dia, a tecnologia está em todos os lugares. Bancos, hospitais, jogos eletrônicos e escolas, tudo vem ficando mais otimizado por causa das ferramentas tecnológicas. E, entre essas ferramentas, a realidade aumentada é uma das grandes novidades.


Mas o que é realidade aumentada? E como ela pode ser levada para as escolas? Continue sua leitura para saber mais!


O que é realidade aumentada?


A realidade aumentada é a sobreposição de objetos digitais no mundo real. Ela é diferente da realidade virtual, em que o usuário entra em um mundo completamente virtual – tecnologia utilizada em muitos jogos de simulação. No caso da realidade aumentada, o usuário não entra em um novo mundo: ele permanece em sua realidade, mas com alguns adicionais.


Essa tecnologia é possível a partir de alguns softwares e equipamentos que fazem leitura das imagens do ambiente real e exibem objetos digitais. Tablets e smartphones com os aplicativos certos podem fazer esse tipo de leitura e exibição por meio de suas câmeras.


Conheça mais ferramentas interativas que auxiliam na educação!


Quem gosta de jogos eletrônicos deve conhecer, na verdade, um jogo que virou febre por causa dessa tecnologia: o Pokémon GO. Utilizando a realidade aumentada, o jogo traz as criaturas virtuais para o mundo real, e você captura seus pokémons em ambientes conhecidos, como a escola, o parque e mesmo em sua própria casa.


Mas como essa tecnologia pode ser usada em sala de aula?


Realidade aumentada na educação


A realidade aumentada tem muitas vantagens como ferramenta na educação. Em primeiro lugar por ser um artifício tecnológico, que é algo que sempre chama atenção de crianças e adolescentes. Em segundo lugar, por ser relativamente acessível, já que pode ser utilizado em quase todo dispositivo com câmera e com o software adequado.

Mas o principal motivo é que ela pode ser utilizada de muitas maneiras, em todas as disciplinas, despertando o interesse e a criatividade dos alunos.


Alguns softwares dedicados à realidade aumentada na escola possibilitam a interação com o que está no livro didático, com imagens que ganham vida, saindo das páginas para o mundo real com alguns cliques.


Nas escolas mais atualizadas, os alunos já conseguem interagir com a tabela periódica a partir desses programas, aprendendo sobre os elementos de maneira mais dinâmica. A realidade aumentada é uma grande ferramenta para implementar as metodologias ativas, previstas pela BNCC.

Saiba mais sobre metodologias ativas no nosso blog!


Os benefícios de aplicar essa ferramenta nas escolas são diversos:

  • Atrair a reter a atenção dos alunos, gerando mais interesse pela matéria e motivação para estudar;

  • Aproximar a matéria do dia a dia com uma linguagem que atinge as novas gerações;

  • Gerar interação, que ajuda a compreender e fixar melhor as matérias;

  • Estimular a comunicação, o compartilhamento de experiências e o debate amigável em sala de aula.


Como levar a realidade aumentada para a sala de aula?


Inserir a realidade aumentada como um recurso diário na sala de aula não é tão difícil. Em uma busca rápida, é possível encontrar diversos softwares, muitos gratuitos, que podem ser utilizados para auxiliar no aprendizado.


Uma alternativa é entrar em parcerias com plataformas ou sistemas de ensino que oferecem os recursos necessários para implementar a realidade aumentada em sua escola. Além do aporte tecnológico, essas plataformas também trabalham com a parte pedagógica, criando sequências pedagógicas para cada turma, assunto ou faixa etária.


O mais importante na hora de levar a realidade aumentada para a sala de aula, no entanto, é reconhecer o papel que o professor tem nessas aulas. É o professor que vai reconhecer as dificuldades de seus alunos e descobrir a melhor maneira de utilizar essas ferramentas para lidar com as necessidades da turma.


Descubra como conciliar tecnologia e inclusão em sala de aula!


Enquanto algumas turmas serão mais receptivas, outras precisarão de um tempo para se acostumarem à novidade. O mesmo acontece com as matérias: em alguns casos, o uso da tecnologia pode confundir mais do que ajudar. Por isso, o professor deve ter um bom treinamento no assunto, se aprofundar no uso da tecnologia e avaliar como utilizá-la em seu método didático.


A tecnologia é uma excelente ferramenta para o ensino. Porém, é sempre importante lembrar que o fator humano permanece sendo fundamental e que as necessidades dos alunos sempre vêm em primeiro lugar.


A Faz Educação incentiva o uso de tecnologia nas escolas. Acesse nosso site e conheça nosso trabalho!


Aproveite e veja também o Faz Responde sobre o assunto:


256 visualizações

© Copyright 2017 - 2020 | Faz Educação & Tecnologia