Como trabalhar as competências socioemocionais na quarentena

Saiba como e por que trabalhar as competências socioemocionais nesse período de educação à distância.


A quarentena, consequência da pandemia de COVID-19, está sendo um período difícil para todos. Para crianças e adolescentes, no entanto, ela vem se mostrando desafiadora de maneiras que os adultos nem imaginam, especialmente quando se trata de competências socioemocionais.


Ir para a escola, encontrar os amigos e conversar com a equipe escolar é, muitas vezes, a única interação social que crianças têm fora do núcleo familiar. E, como elas ainda não têm as competências socioemocionais completamente formadas, essas interações são muito importantes.


Como consequência, nesse período, muitas crianças vêm mudando bruscamente de comportamento. Pais relatam que crianças que eram muito abertas e conversavam muito começaram a passar dias sem falar nada. Outros dizem que crianças pacientes e tranquilas passaram a brigar e ficar irritadas com frequência.


Por isso, é importante saber como desenvolver as competências socioemocionais mesmo nas aulas a distância.


A importância das competências socioemocionais


Quando falamos de competências socioemocionais, estamos falando sobre mais do que a timidez ou desenvoltura de uma criança. Como ela se relaciona com colegas e professores? Como ela se comporta sozinha ou em grupo? Como ela toma decisões? Ela é curiosa, confiante, crítica, criativa, empática?


Todos esses fatores vão afetar o crescimento e o aprendizado de uma criança. Quem é professor sabe como é diferente lidar com um aluno que se fecha diante do grupo, mesmo que saiba as respostas certas, e com um aluno que sempre quer falar, se expressar e responder, ainda que esteja errado.


Saiba mais sobre as competências socioemocionais e os processos educativos!


No aprendizado, as consequências desses comportamentos podem aparecer de diversas maneiras: um aluno mais criativo pode não se achar capaz de realizar tarefas objetivas, como problemas matemáticos; um aluno que não consegue se expressar em público pode não conseguir fazer uma apresentação oral, etc.


É por isso que trabalhar competências socioemocionais faz parte do programa escolar nos dias de hoje. Com a escola sendo o segundo espaço de socialização mais importante para os alunos, desenvolver novas capacidades e aprender a lidar com as próprias dificuldades nesse ambiente é fundamental.


Mas como fazer isso quando os alunos estão em quarentena?


Reinventando a socialização


A relação entre professores e alunos têm um espaço muito importante nesse período de isolamento social. Muitos alunos que só conseguiam imaginar o professor como um símbolo de conhecimento prostrado na frente da sala de aula, agora, conseguem ver a sala de estar dele no plano de fundo.


Confira algumas ferramentas que podem auxiliar no ensino à distância!


A ideia, portanto, é aproveitar essa virada de pensamento para aprofundar o relacionamento da comunidade escolar. O professor que abre uma chamada de vídeo perguntando como os alunos estão está também criando um canal de comunicação que pode ser o único que o aluno tem para realmente falar sobre seus sentimentos e preocupações atuais.


Confira abaixo algumas dicas para trabalhar as competências emocionais das crianças mesmo em aulas a distância:


Seja mais flexível


Como os alunos, teoricamente, têm mais tempo para fazer tarefas agora, muitos professores decidem aumentar a quantidade de conteúdo por aula. Em vez de fazer isso, que tal abrir mais espaço para se comunicar com os alunos?


Contar das suas dificuldades e preocupações, ouvir as deles e deixar que conversem entre si. Esse momento também é de aprendizado.


Conte com as famílias


Nesse período, muitas crianças estão passando o tempo todo com os pais e irmãos, e muitos problemas que elas podem ter no aprendizado podem derivar de problemas no meio familiar. Fale com os pais periodicamente para saber como tudo está indo, e lembre-os de como é importante ter um ambiente familiar sólido para ir bem nos estudos.


Proporcione atividades variadas


Trabalhos em grupo, atividades criativas e apresentações devem estar bem presentes nas suas aulas online. Procure maneiras de fazer os alunos interagirem e se expressarem com mais frequência para melhorar o desenvolvimento das competências socioemocionais.


As metodologias ativas podem ser trabalhadas a distância. Saiba como!


O momento das aulas, seja online ou presencial, é para aprender. Mas isso também quer dizer aprender mais sobre si mesmo e desenvolver suas capacidades sociais e emocionais. Aproveite esse período para deixar seus alunos se expressarem e encontrarem as próprias respostas.


Venha conferir no blog da Faz Educação mais dicas para trabalhar com seus alunos nessa quarentena!

0 visualização

© Copyright 2017 - 2019 | Faz Educação & Tecnologia