Como capacitar os professores para o ensino híbrido

Com o ensino remoto, um desafio se lançou em relação à capacitação profissional dos professores e deve se estender ainda para o futuro da educação: o ensino híbrido.


A pandemia causada pelo novo Coronavírus expôs uma fragilidade da capacitação profissional dos educadores brasileiros: os desafios de dar aulas na modalidade EAD no Ensino Fundamental e Médio.


Já em franca expansão e já consolidada enquanto uma modalidade de ensino, a EAD, no Ensino Superior, já faz parte da realidade educacional brasileira, enquanto, nas outras etapas de ensino, sempre soou, apenas, como uma promessa futura.


Com a web, são muitas as formas de ensinar, são muitas as ferramentas disponíveis para utilizar e, certamente, muitas possibilidades a explorar.


No entanto, apesar de o ensino híbrido ser uma marca atual do Ensino Superior, há ainda uma forte demanda por profissionais capacitados para ensinar em outras etapas da educação, necessidade que se revela, certamente, atualmente como uma tendência futura.


Qual o papel do professor na modalidade de ensino híbrido?


O ensino híbrido exige do professor a capacidade mediadora, que não se apaga e tampouco se anula pela distância que a tecnologia impõe entre ele e seus alunos.


Em aulas EAD, é necessário que o professor encontre sua própria voz e tenha a tecnologia como uma grande aliada para atingir seus alunos.


Embora possa parecer que, a distância, o professor fica mais distante dos alunos, isso não se reflete, na verdade, na prática.


A distância, o aluno pode acompanhar a aula de diversas formas, assistir conteúdos complementares e coordenar sua própria pesquisa, enquanto, na escola, de forma presencial, fazer a correção de exercícios, tirar dúvidas e ainda acompanhar o desenvolvimento do discente.


Como ofertar capacitação profissional ao professor para garantir um ensino híbrido de qualidade?


Embora ainda seja nova e, certamente, desafiadora, a modalidade de ensino híbrido exige qualificação do professor para fazer com que suas aulas possam ser eficazes para seus alunos.


A capacitação profissional para o ensino híbrido exige esforços conjuntos entre educadores e escola, que deve promover a formação necessária, seja para utilizar com mais eficiência os meios digitais, seja para criarem, em conjunto, um modelo de ensino que se adapte às suas realidades.


Algumas ferramentas, no entanto, podem auxiliar profissionais de diversas áreas, de diversas escolas e projetos político-pedagógicos, e de diversas realidades.


Saiba mais, agora, sobre cada uma delas!


Crie e disponibilize seus conteúdos em forma de PDF


A organização de conteúdos em PDF podem contribuir com a formação de um material didático próprio, que permite ao aluno ter uma ferramenta de pesquisa própria, que pode ser utilizada em qualquer momento dos seus estudos.


O PDF pode ser acessado rapidamente, impresso, manuseado em diversos dispositivos e pode ser levado a qualquer lugar em que o aluno estiver.


Portanto, poder contar com esse tipo de material - ainda que demore algum tempo para ser elaborado - possibilita uma grande imersão nos assuntos que precisam ser discutidos em sala de aula e no meio digital.


Conduza treinamentos com todos os professores


Conduzir treinamentos em grupo pode ser prático para que todos os docentes possam constituir um arsenal de técnicas e formas de ensinar via web.


Este tipo de treinamento é essencial para que todos possam compreender a forma de utilização e as funcionalidades de cada plataforma a ser utilizada.


Neste momento, os professores podem tirar todas as dúvidas que possam surgir em relação à forma de avaliar, à forma de interagir com os alunos e, ainda, as múltiplas estratégias de ensino que podem ser adotadas.


O treinamento também possibilita trocar experiências para criar as melhores configurações possíveis, tanto as técnicas quanto as de ambiente, para que a aula seja mais tranquila de se ofertar.


É importante também que a escola ofereça um momento de treinamento individual com os professores.


Ofereça treinamentos individualizados para os professores


É importante, sempre, observar que as disciplinas podem ter necessidades diferentes em relação às suas atividades formativas e educativas.


Os professores de matemática, de química, de física, de educação física e disciplinas que exigem alguma prática podem enfrentar certas dificuldades no momento de traçar estratégias para as suas aulas.


A escola deve oferecer treinamentos específicos para estes profissionais, sobretudo para que também seja possível desenvolver técnicas para que as aulas dessas disciplinas possam também atingir positivamente seus alunos.


Gostou dessas dicas? No Blog da Faz Educação você encontra muitos outros conteúdos que podem te ajudar!


Aproveite e saiba tudo sobre esse assunto através do nosso Guia do Ensino Híbrido!

226 visualizações0 comentário

© Copyright 2017 - 2021 | Faz Educação & Tecnologia