Os campos de experiências da BNCC na Educação Infantil

Atualizado: Mar 4


Ao falarmos sobre a Educação Infantil no Brasil precisamos relembrar que o direito a educação para as crianças de zero a seis anos está descrito na Constituição Brasileira de 1988 e que a partir de 1996 com a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB) ela passou a ser a primeira etapa da educação básica.


Atualmente com a aprovação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) definiu-se que a Educação Infantil ocorre de zero a cinco anos e onze meses. A proposta está dividida em cinco campos de experiências, sendo elas:


  • O eu, o outro e o nós: diferenciação entre a criança e as pessoas ao seu redor, com experiências sociais, constituindo o senso de autonomia, autocuidado, reciprocidade e interdependência, com isso aprendendo a respeitar o ser humano e as diferenças;

  • Corpo, gestos e movimentos: as crianças exploram o seu redor e aprendem a partir de brincadeiras, tornando-se cientes do seu corpo (sentido, gestos, movimentos e linguagens) e seu uso no espaço;


[...] “Educação Infantil precisa promover a participação das crianças em tempos e espaços para a produção, manifestação e apreciação artística, de modo a favorecer o desenvolvimento da sensibilidade, da criatividade e da expressão pessoal das crianças, permitindo que elas se apropriem e reconfigurem, permanentemente, a cultura e potencializem suas singularidades, ao ampliar repertórios e interpretar suas experiências e vivências artísticas. ” (BNCC, Brasil, 2017).

  • Traços, sons, cores e formas: Nesse campo, as crianças trabalham e têm experiências nas áreas artísticas, cultural e científica por meio de expressões e linguagens, música, teatro, dança e audiovisual, criando trabalhos individuais e em grupos;

  • Oralidade e escrita: É o campo de experiência trabalhado desde o nascimento da criança. As pessoas ao seu redor estão sempre falando com elas, assim inicia-se o desenvolvimento do campo da oralidade e com o passar do tempo às crianças apropriam-se e da linguagem oral. Já no final da Educação Infantil, as crianças desenvolvem a linguagem escrita.


[...] “Sobretudo a presença da literatura infantil na Educação Infantil introduz a criança na escrita: além do desenvolvimento do gosto pela leitura, do estímulo à imaginação e da ampliação do conhecimento de mundo, a leitura de histórias, contos, fábulas, poemas e cordéis, entre outros, realizada pelo professor, o mediador entre os textos e as crianças, propicia a familiaridade com livros, com diferentes gêneros literários, a diferenciação entre ilustrações e escrita, a aprendizagem da direção da escrita e as formas corretas de manipulação de livros.” (BNCC, Brasil, 2017).

  • Espaços, tempos, quantidades, relações e transformações: As crianças convivem com a noção de espaço e tempo, por exemplo, a localização da sala de aula, a rua de casa e períodos do dia (manhã, tarde e noite) e com seu desenvolvimento, apresentam curiosidade sobre o mundo físico (exemplo: seu corpo, animais, clima) e sociocultural (parentesco e diferenças). Além disso, eles estão inseridos nos conceitos matemáticos (números, contagem, peso), o que também auxilia no aumento da curiosidade e o desejo de aprendizagem. Para ampliar seus conhecimentos, a escola precisa ensiná-los a partir de atividades lúdicas, em situações cotidianas e que os façam refletir.


Os campos de experiências estão divididos em cinco áreas, mas isso não significa que as aprenderão as mesmas coisas durante toda a Educação Infantil. Os objetivos de aprendizagens foram divididos em grupos de acordo com a faixa etária, pensando no desenvolvimento e nas características das crianças, a imagem abaixo apresenta a divisão dos grupos:


Durante a Educação Infantil, trabalhamos de forma lúdica, fazendo com que as crianças aprendam com experiências, interagindo, respeitando as diferenças e o trabalho coletivo com o auxílio do professor e gestor, preparando-os para o Ensino Fundamental.


* Regiane Castro é formada em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, com pós-graduação em Ensino de Matemática. Atua na área de educação há 10 anos e atualmente faz MBA em Gestão de Tecnologia da Informação e Pedagogia.

0 visualização

© Copyright 2017 - 2019 | Faz Educação & Tecnologia