Como incentivar os alunos ao bom uso das redes sociais

Atualizado: 14 de jul. de 2021

As redes sociais são mais úteis e interessantes quando bem utilizadas. Leia nosso post para saber como ajudar seus alunos a fazerem isso!

As redes sociais fazem parte da vida dos seus alunos. Não adianta argumentar sobre a utilidade ou importância delas na vida de adolescentes: eles as usam e vão continuar usando.


O que os professores e coordenadores podem fazer, no entanto, é incentivar um uso mais consciente. Confira abaixo o que é preciso ensinar para seus alunos usarem as redes sociais de forma mais segura:


Saiba mais: Ensino Remoto: o que é, como fazer e como avaliar a aprendizagem!


Identificar figuras de autoridade


Quem tem voz nas redes sociais? Essa é uma pergunta interessante a se fazer em sala de aula. Muitos alunos vão responder, quase imediatamente, que todos têm. Mas isso nem sempre é verdade.


Na prática, quem realmente ganha voz e espaço nas redes é um grupo seleto. E seus alunos podem não perceber que estão sendo influenciados por pessoas desse grupo.


Uma atividade interessante é pedir que os alunos analisem quem eles mais seguem nas redes. Descobrindo as semelhanças entre as pessoas que seguem, eles vão perceber que nem sempre as redes sociais são espaços igualitários.


Saiba mais: Guia do Ensino híbrido: dicas para implementação!


Selos de verificação: o que significam?


Muitos estudantes enxergam o selo de verificação das redes sociais como um tipo de sinal de autoridade. Afinal, as pessoas conseguem esse selo porque são respeitadas, certo?


Não necessariamente. O selo de verificação pode ser dado para qualquer figura popular nas principais redes sociais. É interessante explicar para os alunos, ou pedir que eles pesquisem, o que é preciso para ser verificado no Twitter ou no Instagram. Ao mesmo tempo, fale sobre como isso não influencia na autoridade do indivíduo.


Nessa mesma linha, é importante ensinar os alunos a descobrirem em quais informações confiar. Para isso, eles precisam ser incentivados a ler e pesquisar antes de comentar ou compartilhar.


Tenha mais ideias criativas para trabalhar todo tipo de assunto em sala de aula!


Decidir quem será seguido


Este não é um assunto muito comentado entre estudantes, mas pode estar influenciando no comportamento deles mais do que se imagina.


As pessoas que seguimos nas redes sociais, que acompanhamos quase toda a vida, que nos sentimos próximas por meio de fotos e vídeos, nos influenciam tanto quanto quem vemos na vida real. Por isso, decidir quem será seguido de forma consciente é muito importante.


Muitas crianças e adolescentes seguem celebridades e outras personalidades que ostentam seus estilos de vida. Elas têm muito dinheiro, vão aonde querem e, muitas vezes, são irresponsáveis com suas audiências.


As famílias também devem se preocupar com esse assunto. Venha ler nosso post sobre o envolvimento da família na escola!


Faz muita diferença debater com os alunos como as redes sociais fazem eles se sentirem. Alguns vão descobrir que as redes podem deixá-los tristes e desanimados.


Nessa discussão, fale sobre a importância de escolher bem quem seguimos. Devemos pensar se as pessoas em questão acrescentam informações relevantes e verdadeiras em nossas vidas. Se não, devemos pensar se o que elas postam nos deixam felizes ou se a comparação pode nos desanimar.


Saiba mais: Educação 5.0: o que é e como se preparar!


Lidar com questões de comportamento em redes sociais


Cyberbullying, discursos de ódio e outras correntes de comportamento inaceitáveis se desenvolveram com as redes sociais. Muitos estudantes cresceram com a noção de que esse tipo de comportamento é comum.


Porém, eles têm implicações sérias na vida real. Para estudantes mais velhos, é interessante levar reportagens que exemplifiquem essas implicações e analisa-las em sala de aula.


Para estudantes mais novos, conversas sobre respeito, gentileza e como manter uma discussão de forma respeitosa pode ser o suficiente.


Alguns filmes e séries podem ajudar a começar essa conversa. Veja nossa lista de indicações!


Mas também é válido abordar o que se deve fazer quando se está do outro lado da tela, sofrendo com esses comportamentos. Conversar sobre saúde mental e autopreservação é fundamental, principalmente na adolescência.


Saiba mais: Competências Socioemocionais: como desenvolvê-las na Educação Infantil!


Compreender novas tecnologias


Os professores e coordenadores podem acreditar que, por terem nascido no mundo digital, todos os seus alunos sabem tudo sobre tecnologia.


No entanto, isso não acontece de fato. Muitas vezes, usar as redes sociais é tudo o que o aluno sabe. Ele não sabe usar outras ferramentas no computador e, em alguns casos, têm dificuldades de entender a tecnologia.


Quando seus alunos falam sobre a “nuvem”, eles sabem exatamente para onde vão os arquivos guardados nela? Quando assistem um vídeo, sabem reconhecer se houve alteração de imagem ou som? Quando leem uma notícia, sabem utilizar ferramentas de busca para verificar se ela é ou não real?


As conversas sobre tecnologia em sala de aula precisam ir além das redes sociais. Indique vídeos e textos sobre o funcionamento da tecnologia. Peça pesquisas e apresentações sobre o assunto. Mostre como a tecnologia pode nos ajudar e nos atrapalhar nas redes sociais.


Por fim, a última dica é incentivar os alunos a pensarem no que estão postando. Mostre que as redes sociais são ótimos lugares para fazer amigos e mostrar seus talentos. Mas não para tornar o mundo mais difícil.


A Faz Educação traz mais dicas sobre como professores e coordenadores podem lidar com a era digital! Confira mais posts sobre esse e outros assuntos no blog da Faz Educação!


Aproveite a oportunidade e garanta agora mesmo os nossos Materiais Educativos gratuitamente!

140 visualizações0 comentário