Dia Nacional da Educação Infantil: 5 tendências para revolucionar o ensino das crianças!

Confira 5 tendências na educação das crianças que prometem revolucionar a Educação Infantil nos próximos anos e saiba como elas já estão fazendo isso!

Quando falamos em tendências na educação das crianças, muitos acreditam que é só adicionar tecnologia em sala de aula. Porém, já passamos desse ponto: agora, é preciso ir mais além.


No dia 25 de agosto, comemoramos o Dia Nacional da Educação Infantil. Esse ramo, que passou por tantas mudanças no último ano, deve continuar evoluindo.

Você sabe quais são as tendências na educação das crianças?


Material grátis: Educação 5.0: o que é e como se preparar!


5 tendências na educação das crianças


Confira abaixo algumas das tendências principais e saiba como elas prometem revolucionar o ensino dos pequenos:


1. Ensino híbrido


O ensino híbrido foi adotado por muitas escolas como forma de driblar os empecilhos do distanciamento social. Porém ele pode ir além disso.


Muitos professores e escolas perceberam que utilizar o ensino híbrido é benéfico para os alunos. Eles aprendem, rapidamente, como podem estudar por meio de plataformas on-line.


E também aprendem que os estudos não são apenas livros e questionários. O ensino híbrido ajuda os alunos a se tornarem mais críticos e independentes. Por isso, a tendência na educação é que ele permaneça mesmo após o fim da pandemia.


Material grátis: Guia do Ensino híbrido: dicas para implementação!


2. Gamificação


Por muitos anos, crianças e adolescentes já sabiam que jogos eram uma boa fonte de conhecimento. O desafio, as recompensas e os padrões de entretenimento permitem que os pequenos estudem por horas, sem perceber o quanto estão aprendendo.


Agora, as escolas decidiram adotar o método de vez. Em vez de deixar as brincadeiras para o intervalo, é hora de leva-las para a sala de aula, como ferramenta pedagógica.


E elas se mostram muito efetivas para todas as idades. Basta buscar um modelo de jogo que os alunos já gostem e utilizá-lo junto à matéria ensinada.


Material grátis: 20 Jogos e Brincadeiras aliadas à BNCC: Cultura Africana!


3. Aulas ao ar livre


O ensino híbrido trouxe de volta essa importante tendência: o desemparedamento da sala de aula.


Em vez de pensar na sala de aula como um lugar de ensino e aprendizagem, todas as tendências na educação levam a pensar que todos os lugares podem ser de ensino e aprendizagem.


Utilizar o quintal de casa para estudar biologia, a quadra de esportes para entender física e o parque mais próximo para a educação física são tendências que devem permanecer.


Atividades divertidas e educativas podem ser aplicadas mesmo no ensino remoto!


Na educação infantil, isso é ainda mais importante: as crianças gostam de ter espaço para se expressarem. Estar ao ar livre aumenta a disposição e a compreensão dos pequenos.


4. Ensino personalizado


Quando falamos sobre a importância de estimular o protagonismo dos alunos, não podemos ignorar que eles terão suas próprias necessidades e interesses.

Isso significa que, quando um aluno é protagonista dos seus estudos, ele percebe rapidamente se está indo mais rápido do que seus colegas. Ou, ainda, se está tendo mais dificuldades. A escola não pode deixá-los para traz em nenhum desses cenários.


Material grátis: Competências Socioemocionais: como desenvolvê-las na Educação Infantil!


Por isso, o ensino personalizado chega com tudo. Ele se preocupa mais com o que os alunos desejam e precisam para evoluir do que com currículos estanques.


Ainda que precise mudar de gestão, muitas escolas estão aderindo a essa ideia. E os resultados positivos já começam a surgir.


Quer saber mais sobre ensino personalizado? Conheça as trilhas de aprendizagem!


5. Horários flexíveis


Uma tendência do mercado de trabalho que também está entre as tendências na educação, os horários flexíveis não são uma utopia.


É possível considerar horários flexíveis para alunos da Educação Infantil quando pensamos no ensino em período integral.


Os alunos trabalham com atividades e projetos individuais ou em grupo. Os pais podem escolher os horários em que deixam ou buscam os alunos, respeitando os limites da escola e das crianças.


Assim, os pais não precisam encontrar cuidadores ou atividades extracurriculares para os pequenos. Eles podem continuar na escola, com seus colegas, até poderem ir para casa.


Isso também pode influenciar na qualidade de vida das crianças!


O Dia Nacional da Educação Infantil nos faz refletir sobre como essas mudanças podem transformar a vida das crianças.


Uma educação mais compreensiva, libertadora e criativa pode levar a cidadãos mais abertos, pacientes e felizes no futuro. E é isso que todos desejamos para as crianças.


A Faz Educação pode mantê-lo informado sobre as tendências na educação. Acesse nosso blog para saber mais!


Aproveite hoje o acesso liberado de todos os nossos Materiais Educativos Exclusivos!

256 visualizações0 comentário