BNCC: conheça o novo norte para a Educação Infantil

Confira agora o resumo de pontos importantes sobre o direcionamento trazido pela BNCC para a Educação Infantil.


A BNCC (Base Nacional Comum Curricular) é uma novidade normativa que veio dar um novo norte para a Educação Básica no país. Para a Educação Infantil, mudanças e ajustes importantes também foram estimulados a partir da implementação da Base.


A seguir, retome os principais pontos e saiba mais sobre o que a BNCC orienta para a etapa de Educação Infantil.


Material gratuito: 5 Dicas para Implementar a BNCC em sua escola!


BNCC e Educação Infantil


A educação é um direito das crianças. Conforme nossa legislação, os responsáveis legais precisam realizar a matrícula da criança em uma instituição de Educação Infantil, obrigatoriamente, aos 4 anos de idade (antes disso, é facultativo).


Essa etapa abrange crianças de zero até os 5 anos. Uma das normatizações trazidas para esse estágio é a BNCC. A Base institui as aprendizagens fundamentais que as crianças precisam desenvolver nesse momento de sua escolarização.


Como este é o início da jornada educacional do aluno, representando o começo de seu contato com um ambiente de socialização estruturado, o processo pedagógico na Educação Infantil é bastante pautado pela ludicidade, interações e brincadeiras. Tudo isso permeado por intencionalidade.


Afinal, conforme a Base, as brincadeiras no espaço escolar possibilitam que sejam observados e trabalhados aspectos como expressão de afeto, resolução de conflito, mediação de frustrações e regulação de emoções da criança.


Material gratuito: BNCC: revisão curricular e replanejamento do ano letivo em tempos de pandemia!


Objetivo da Educação Infantil na BNCC


Conforme a proposta trazida pela BNCC, nessa etapa da escolarização, o aluno vai à instituição escolar para:

  • Observar;

  • Questionar;

  • Levantar hipóteses;

  • Fazer conclusões e julgamentos;

  • Fazer julgamentos;

  • Assimilar valores.

Assim, objetiva-se prover um ensino integral desde o início da escolarização, permitindo que o aluno conheça a si próprio e aos outros, aproxime-se da natureza e da cultura, além da tecnologia e do conhecimento científico, compondo o que a BNCC abarca como uma ação interacionista.


Material gratuito: Educação 5.0: o que é e como se preparar!


Campos de experiências: mudanças importantes promovidas pela BNCC na Educação Infantil


Uma das maiores mudanças ocasionadas pela Base diz respeito à organização da aprendizagem escolar nessa etapa em campos de experiências. Tais campos estão relacionados aos objetivos de aprendizagem e estruturam um currículo escolar que abarque o contexto dos estudantes e seus saberes prévios.


Cada um dos campos estabelecidos traz objetivos específicos associados a comportamentos, habilidades, competências, conhecimentos e vivências que devem culminar em aprendizagem e desenvolvimento do aluno.


Esses campos são:


1. O eu, o outro e o nós


Relacionado especialmente ao desenvolvimento da personalidade do estudante e à descoberta de diferenças e de pontos de vista múltiplos, que servem de base para o desenvolvimento de concepções de reciprocidade, autocuidado, respeito mútuo e outras. Ainda, ao desenvolvimento da compreensão de como suas ações podem impactar outras pessoas.


2. Corpo, gestos e movimentos


As crianças utilizam o corpo como meio de explorar o mundo ao seu redor, especialmente por intermédio de gestos e movimentos. Ao ter contato com outras linguagens (como a do teatro e da dança), o aluno consegue se desenvolver neste campo de experiência e conhecer novos modos de expressão. A BNCC destaca como papel da Educação Infantil promover este tipo de oportunidade.


3. Traços, sons, cores e formas


Além do contato com diferentes linguagens e manifestações, a escola também deve proporcionar momentos de autoria pessoal e coletiva. Isso está relacionado ao desenvolvimento do senso estético e crítico do aluno, uma das metas trazidas pela BNCC.


4. Escuta, fala, pensamento e imaginação


Oportunizar momentos para que o aluno fale e escute, desenvolvendo situações comunicativas, é um dos pontos centrais deste campo de experiência da Educação Infantil. Ele também está relacionado a instigar o gosto pela leitura nas crianças, preparando-as para as próximas etapas de escolarização.


5. Espaços, tempos, quantidades, relações e transformações


Na Educação Infantil também devem ser introduzidas noções preparatórias para a matemática, como de contagem, identificação de formas geométricas e outras.


Direitos de aprendizagem e desenvolvimento determinados pela BNCC para a Educação Infantil


Outro aspecto importante trazido pela BNCC para a Educação Infantil refere-se a direitos de aprendizagem e desenvolvimento que garantem condições de aprendizagem para o desenvolvimento da identidade e subjetividade dos alunos.

São eles:

  1. Conviver com outras pessoas, sejam crianças ou adultos;

  2. Brincar, desenvolvendo sua imaginação e sua criatividade;

  3. Participar de forma ativa nos diferentes espaços de sua vida;

  4. Explorar o mundo, ampliando seus saberes e conhecimentos;

  5. Expressar suas necessidades, emoções, sentimentos e hipóteses;

  6. Conhecer-se e construir sua identidade pessoal, social e cultural.

Material gratuito: Como Revolucionar o Ensino com as Metodologias Ativas!


O que diz a BNCC sobre a avaliação na Educação Infantil?


Já nesta etapa a avaliação é importante nos processos de ensino-aprendizagem. Ela permite que as escolas monitorem o progresso dos alunos e sua aprendizagem.


A orientação da Base é de que as avaliações nessa fase da escolarização sejam análises globais e integrais dos alunos. Dessa forma, os educadores podem utilizar diferentes modos de avaliação e registro para isso, incluindo portfólios, fotografias, desenhos, etc., que façam parte de uma avaliação formativa que demonstre o avanço do estudante.


Material gratuito: Guia do Ensino Híbrido: dicas para implementação!


Habilidades e competências socioemocionais na Educação Infantil


A BNCC incentiva uma valorização da criança e de seu papel em sociedade. Mesmo nas brincadeiras exercidas pelas crianças menores, há a oportunidade de autoexpressão.


Além disso, a BNCC tem entre seus fundamentos para a Educação Infantil um compromisso com a formação afetiva como elemento de importância para o desenvolvimento integral do aluno.


Dessa maneira, a Base direciona também as práticas pedagógicas para que proporcionem às crianças oportunidade de identificação, desenvolvimento e efetivação de suas habilidades e competências socioemocionais!


Esse artigo te ajudou? Confira mais posts sobre esse e outros assuntos no blog da Faz Educação!


Aproveite a oportunidade e garanta agora mesmo os nossos Materiais Educativos gratuitamente!

326 visualizações0 comentário